quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Juazeiro do Norte. Justiça Federal condena oito por fraudes

Quase cinco após denúncia formalizada pelo Ministério Público Federal (MPF), o juiz da 16ª Vara da Justiça Federal de Juazeiro do Norte, Fabrício de Lima Borges, condenou oito pessoas envolvidas em fraudes em licitação, formação de quadrilha, falsidade ideológica e peculato.

Na denúncia, feita em 2013, o procurador da República, Celso Costa Lima Verde, identificou, além de fraude na licitação, irregularidades na execução de contratos referentes a obras em escolas públicas do município. Ao todo, o MPF denunciou o envolvimento de 13 pessoas por manipular o caráter competitivo do processo de licitação, atuando como cartel para favorecer uma das empresas.

Foram condenados a penas de reclusão e detenção os servidores Rafael Apolinário Macedo Santana, então secretário de Infraestrutura, e Cícero Antônio Vieira de Sousa, então presidente da Comissão de Licitação da Secretaria de Infraestrutura. Os crimes foram cometidos em 2009, durante a gestão do ex-prefeito Manoel Santana Neto (PT), que não está entre os denunciados.

Foram condenados ainda, os empresários Cícero Joaquim Alves (Construtora J. Filho Ltda.), Francisco Adiones Saraiva Alves (empresa ASP Ltda.), Cássia Rejane Leite de Souza (Nova Construtora Ltda.), Ivan Figueiroa Pontes (Caenge – Cariri Engenharia Ltda.), Cícero Wagner da Silva Brito (Brito Construções Ltda.) e Lydon Jonhson de Medeiros Costa (Construtora e Empreendimentos São Bento Ltda.).

A decisão, expedida no dia 8 de janeiro deste ano, condena os envolvidos a penas de reclusão, detenção, prestação de serviços e multas. Todos os condenador podem recorrer da decisão em liberdade. Outros cinco envolvidos, entre eles quatro servidores, foram inocentados das acusações.

Santana do Cariri. TCE reprova contas dos ex-prefeitos Jesus e Beto Garcia

A prática da herança política no Brasil, há tempos é uma realidade. Em Santana do Cariri o problema parece ser mais grave, o exemplo de más gestões passa de pai pra filho. Sem nenhuma surpresa, o Tribunal de Contas do Ceará (TCE), desaprovou as contas dos ex-prefeitos Jesus e Beto Garcia, pai e filho, durante sessão realizada no último dia 16, em Fortaleza.

As contas reprovadas são referentes ao exercício de 2012, mas como os dois governaram o município por anos, a avaliação é que muitas ainda devem chegar com o mesmo parecer. As contas reprovadas pelo TCE, serão votadas pela Câmara de Vereadores.

Agora é esperar o resultado da avaliação na Câmara para saber se os dois ex-gestores ficarão inelegíveis por 8 anos. A base da prefeita Danieli Machado já trabalha para tirar os dois os páreo nas eleições de 2020.

Mauriti. Prefeito recepciona vereadores na abertura do período legislativo

Em Mauriti, o prefeito Mano Morais (PDT) participou da abertura do ano legislativo na Câmara de Vereadores. A sessão ordinária aconteceu no dia 15, temporariamente, na sala de reuniões da Secretaria de Educação do Município. O prédio da Câmara passa por reformas. Dificuldade e conquistas pautaram os discursos.

Durante discurso, Mano Morais falou da necessidade da união entre os poderes. Mano reconheceu que, apesar das conquistas do primeiro ano de gestão, muito ainda tem para ser feito. O prefeito surpreendeu ao pedir a ajuda dos parlamentares para leiloar três prédios. A ideia é arrecadar para construir uma sede para a Prefeitura.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018


Sucessão. Capitão Wagner troca o PR pelo PROS

Depois de muitas especulações, foi confirmada a mudança de partido do deputado estadual Capitão Wagner. O próprio Wagner confirmou, nesta quarta-feira (17), sua saída do PR e sua filiação ao PROS. Além da troca de partido, Wagner surpreendeu com a informação de que disputará uma cadeira na Câmara dos Deputados, abrindo mão da disputa ao Palácio da Abolição e ao Senado.

O nome do Capitão foi cotado para disputar o Senado ou o Governo do Estado pela oposição. O recuo de Wagner é atribuído a resistência ao seu discurso de um palanque livre para os presidenciáveis. O senador Tasso Jereissati (PSDB), vetou a presença de Jair Bolsonaro no palanque da oposição.

A saída de Wagner na disputa majoritária enfraquece a oposição e joga para Tasso a responsabilidade da disputa ao Abolição. Na ausência de Tasso, os nomes colocados, até agora, são os do ex-presidente do TCM, Domingos Filho e do vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa.




O Globo. Camilo e Eunício unidos no Ceará

A aliança entre o senador Eunício Oliveira (MDB) e o governador Camilo Santana (PT), prevista no Ceará, virou destaque nas páginas da mídia nacional. Em matéria veiculada nesta quarta-feira (17), o jornal O Globo o acerto de Eunício e Camilo para as eleições deste ano.

Além do Ceará, o jornal destaca a aliança entre PT e MDB no Piauí, Paraíba, Alagoas e Maranhão. Apesar da boa convivências em alguns estados, o jornal destaca que no plano nacional, os partidos aguardam para ver quem terá mais chances de chegar ao Palácio do Planalto.

Araripe. Mais uma derrota de Giovane

Depois de muita polêmica e uma intensa queda de braço na Câmara de Vereadores de Araripe, o prefeito Giovane Guedes, do PR, sofreu mais uma derrota. Giovane tentava, pela segunda vez, mudar o regime administrativo do Instituto de Previdência Municipal de Araripe, o Iprema.

O projeto, que previa o controle absoluto sobre a gestão dos recursos acabou desaprovado pela maioria dos parlamentares. A Câmara não aceitou que o prefeito decidisse sobre as ações de gestão sem consultar a Casa Legislativa. Entre outros, o projeto previa a alteração das alíquotas para a próxima gestão.

Desde a primeira votação, realizada em 2017, o projeto recebeu a desaprovação dos servidores públicos municipais, o que, motivou a decisão da Câmara. As redes sociais foram o espaço dos debates. Prevaleceu a opinião da maioria!

Reaproximação. Aliados estão sob alerta em Jardim

Os aliados do prefeito de Jardim, Aniziário Costa (PCdoB), estão intrigados com a tentativa de aproximação do petista Júnior Coutinho. Júnior é avaliado pelo grupo da base aliada como traidor. Na eleição de 2014, Júnior mudou de lado e passou, repentinamente, a apoiar o grupo liderado pelo ex-prefeito Fernando Luz, que estava no poder a mais de 20 anos.

Na época, Júnior teria dito que estava cansado de ser oposição e precisava sentir os ares do poder. Em 2016, ao lado de Fernando, Júnior perdeu o poder. No entanto, parece não ter matado a sede do poder. O grupo de apoiadores de Aniziário já articula uma reunião para deixar clara a posição de não aceitar Júnior na gestão.

A crise iniciou depois da aproximação entre os dois, durante a inauguração do escritório do deputado federal José Guimarães, em Juazeiro do Norte. Será que tem padrinho?

Sem controle. Apoio diversificado em Milagres

Depois do badalado aniversário do prefeito de Milagres, Lielson Landim (PDT), a população teve que se contentar com a ressaca. No dia seguinte à festa, um caminhão da Secretaria de Educação foi flagrado deixando grades de cervejas vazias em um depósito. O vídeo rodou as redes sociais e causou espanto na população.

Mas, na verdade, isso parece ser a menor das preocupações do prefeito Lielson. O que realmente tem incomodado a cabeça do gestor é a diversidade de apoios declarados por membros da sua gestão e da base na Câmara.

Para se ter uma ideia, o presidente do Legislativo, vereador Ubelardo, apoiará Audic Mota, enquanto Cícero Figueiredo e Samuel, secretários, estarão com Fernando Santana. Já o prefeito tem compromisso com Guilherme Landim. Isso é que é diversidade de pensamento.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018


Cariri. PT prepara adoção de plano B para eleição

Sem conseguir bancar uma chapa pura para concorrer às vagas na Assembleia, o PT do Ceará deve retornar ao plano B. Vai reduzir o número de candidatos com a desistência de vários nomes. No Cariri, quem deve ser afetado diretamente com a decisão é o vereador cratense Pedro Lobo.

Partidário, Pedro Lobo deve apoiar o atual secretário de Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira. Quem também irá votar em Dedé é o ex-prefeito de Missão Velha, Tardiny Pinheiro. Ao aderir a Dedé, Tardiny irá retirar sua candidatura para se compor com o grupo do deputado federal José Guimarães.

Porém, mesmo votando num deputado do PT e aceitando permanecer no partido, Tardiny não quer manter articulação com os candidatos de Camilo no Cariri. Dedé vai disputar com o pedetista Guilherme Landim, candidato do prefeito Diego Feitosa.

(Coluna Rebate, Jornal do Cariri).

Nova Olinda. Vereadores aumentam seus salários em 15%

O recém eleito presidente da Mesa Diretora da Câmara de Nova Olinda, vereador Vande Araújo, já mostrou a que veio. Ele convocou sessão extraordinária, durante o recesso, onde votou e aprovou um projeto aumentando em 15% os salário dos vereadores. O projeto, que iniciou a discussão na gestão do ex-presidente Zé de Naninha, fixou os rendimentos dos vereadores em R$ 5 mil, sendo que o presidente para a ganhar R$ 7 mil.

O aumento chamou a atenção da população negativamente. É inevitável a comparação com o salário mínimo, que aumentou 1,81%, e a inflação que ficou abaixo dos 3%. A atitude dos vereadores está sendo avaliada como abusiva e fala-se em protocolar denúncia popular ao Ministério Público, que, vale salientar, está de olho nas ações dos municípios em estado de emergência, como Nova Olinda.

Mauriti. Mano busca recursos, mas mantém posição política

Em Mauriti, o prefeito Mano Morais está em busca de recursos para melhorar a infraestrutura do município. Mano esteve em Fortaleza, onde peregrinou pela Secretaria de Desenvolvimento e Departamento de Transito, o Detran. Conseguiu pavimentação e sinalização para várias ruas da sede e distritos.

Mas, o que chamou a atenção dos aliados foi a aproximação de Mano Morais com o empresário Rafael Branco, que articulou cerca de R$ 1 milhão para obras de calçamento com Eunício Oliveira. Rafael é pré-candidato a deputado estadual e o prefeito teve que tranquilizar sua base: continua apoiando Guilherme Landim.

Oposição. “Podemos” anuncia o empresário Bardawil para o Senado

Se adiantando a disputa interna que deve acontecer no bloco de oposição cearense para a escolha dos nomes que concorrerão ao Senado, nas eleições deste ano, o “Podemos” anunciou o nome de Alberto Bardawil para a disputa deste ano.

O anuncio foi feito pelo senador Álvaro Dias, após especulações de que o partido estaria conversando com o grupo dos irmão Cid e Ciro Gomes para apoiar a reeleição do governador Camilo Santana. Álvaro Dias é o dirigente nacional da sigla e nome forte na corrida presidencial.

Apesar de não revelar, Álvaro Dias anunciou ainda que o Podemos deve ter um nome para a disputa ao Governo do Estado. A escolha de Bardawil estaria ligada a sua atuação política. O empresário tem se destacado pelas posições firmes contra a política desenvolvida pelos Ferreira Gomes no estado do Ceará.

Bardawil é proprietário da Rede União de Rádio e Televisão, que atua em várias regiões do Brasil, como Norte, Nordeste e Centro-Oeste.