sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Juazeiro. CPI fantasma motiva debate acirrado na Câmara

Uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que circula apenas nos bastidores da Câmara de Vereadores de Juazeiro do Norte, motivou uma discussão acirrada entre os vereadores Darlan Lobo (PMDB) e Adauto Araújo (PSC). A informação veio a público durante sessão da Câmara, dessa quinta-feira (21).

Os vereadores Adauto Araújo e Darlan Lobo, líder e ex-líder do prefeito Arnon Bezerra (PTB), acirraram os ânimos ao deixarem escapar a informação CPI, que teria 12 assinaturas. Acusado de ser o mentor do movimento, primeiro, Darlan desmentiu a informação, mas depois acabou admitindo que já assinou o pedido de criação da Comissão.

Em meio ao debate entre Darlan e Adauto, o vereador Márcio Joias (PDT), insistia no debate sobre a criação de outra CPI para investigar uma a empresa vencedora para locação de veículos. Essa Comissão teria apenas quatro assinaturas e continua sem a adesão necessária para ser protocolada.

A discussão surgiu a partir de um outro debate que era travado envolvendo o líder Adauto com Márcio Joia, ainda sobre o episódio entre os dois. Sobre os dois debates, Darlan chamou a atenção para o nível de tratamento entre os parlamentares de Juazeiro.

Constrangimento. Presidente do PDT de Barbalha barrado no Abolição

O clima político no Palácio do Abolição, sede do Governo do Ceará, parece estar cercado de desconfianças. Na quarta-feira (20), o presidente do PDT de Barbalha, Geraldo Sinésio, passou por um constrangimento ao visitar os setores agregados ao Gabinete do Governador Camilo Santana (PT).

O presidente partidário, aliado do Abolição, foi interpelado por seguranças sobre o passeio pelas dependências. Segundo a segurança, houve reclamações, alegando incomodo com a presença. Sinésio se desculpou e garantiu que jamais fará novamente, mas saiu muito decepcionado.

Sem crise. Câmara de Mauriti aprova 13º salário para vereadores

A Câmara de Vereadores de Mauriti parece estar nadando em dinheiro. Pelo menos, essa é a impressão deixada depois da aprovação de Projeto de Lei que concede aos 13 parlamentares da Casa, o direito a 13º salário, férias com inserção de um terço do salário normal.

A matéria de iniciativa da Mesa Diretora teria servido para acalmar os ânimos políticos na Casa e foi resultado de articulação da base aliada do prefeito Mano Morais (PDT), que sancionou a lei. Aprovada na primeira quinzena de agosto o benefício deve ser concedido neste ano de 2017.

Para pessoas próximas, Mano justificou a autorização como sendo uma questão de respeito ao Poder Legislativo. O prefeito deixou claro que os recursos serão pagos com dinheiro da Câmara sem onerar custo a Prefeitura.

Vídeo. Temer acusa medo de golpe

Depois de amargar o título de pior presidente da história, com apenas 3% de aprovação, Michel Temer (PMDB), gravou um vídeo onde revela seu temor em um golpe. Temer comparou o Brasil de hoje a um "regime de exceção" e disse que "conspiraram" contra ele.

Sobre a segunda denúncia de corrupção, obstrução a justiça e formação de quadrilha, Temer disse ter convicção de que a Câmara dos Deputados, não autorizará o seu prosseguimento e que o absolverá encerrando, o que chamou de "últimos episódios de uma triste página da história".

quinta-feira, 21 de setembro de 2017



Ceará. Eunício anuncia reconstrução de 10 agências do Banco do Brasil

Pelo menos dez municípios do Ceará, estão aliviados com a informação do senador Eunício Oliveira (PMDB). Ele anunciou nessa quarta-feira (20), após reunião com o presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffarelli, a reabertura de dez agencias agências bancárias.

Após solicitação de Eunício, o presidente do banco apresentou ao senador um relatório autorizando a recomposição das agências de Lavras da Mangabeira, Redenção, Ipueiras, Jaguaribara, Milhã, Missão Velha, Cedro, Assaré, Senador Pompeu e Icapuí.

O senador, não revelou o valor das reconstruções. As agências foram implodidas por assaltantes e os municípios sem operações bancárias.

Movimento. Servidores invadem Prefeitura de Ipaumirim

Os servidores públicos do Município de Ipaumirim ocuparam a Prefeitura na tarde dessa quarta-feira (20). A invasão foi motivada pelo atraso dos salários de agosto, que atingem cerca de 60% dos funcionários públicos. Os servidores estão em greve desde o dia 18, segunda-feira.

As categorias decidiram pela paralização em assembleia geral, realizada no último dia 15, sexta-feira, na sede do Sindicato dos Servidores. Nessa quarta-feira, os servidores tentaram, durante todo o dia, negociar com o prefeito José Geral (PMDB), mas a comissão não foi recebida. Revoltados com o descaso da administração, decidiram pela ocupação.

A presidente do Sindicato, Terezinha Gonçalves, disse a reportagem da Rádio 100 e dos Site Miséria, que as categorias esperavam que o prefeito anunciasse uma data para o pagamento dos atrasados, o que, não aconteceu.

Segundo a presidente, por volta das 17 horas, a assessoria jurídica da Prefeitura entregou ofício, marcando uma reunião para o dia 29 deste mês, o que, não foi aceito pelas categorias. A sindicalista garante que o movimento continua e que está amparada pela lei, com a manutenção de 30% dos servidores exigidos para manter os serviços funcionando.

Negociador. Luiz Pontes reinicia conversa sobre aliança com Cid Gomes

Matéria publicada, nesta quarta-feira (20), pelo Portal Ceará News 7, mantém vivo um debate que insiste em não sair de cena; a aliança entre o grupo dos irmãos Cid e Ciro Gomes e oposição no Ceará. Segundo a matéria, o ex-governador Cid segue buscando um canal de diálogo com o senador Tasso Jereissati (PSDB) através do presidente regional do PSDB no Ceará, o ex-senador Luiz Pontes.

Segundo o Portal, Cid e Luiz Pontes, conversaram durante encontro na casa do empresário Júlio Ventura. Cid estaria tentando uma aproximação com lideranças da oposição para minar a chapa adversária em 2018 e garantir sua eleição. Os encontros teriam iniciados, ainda, em julho, durante homenagem pelos 50 anos de vida pública do ex-senador Mauro Benevides.

O último encontro aconteceu depois do presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB), negar boatos sobre a aproximação com Cid. Eunício defendeu uma chapa com Tasso para governador, com o deputado Capitão Wagner (PR) como vice.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017


Paz e amor. Zé Leite será o coordenador de Camilo no Cariri

O ex-prefeito de Barbalha, Zé Leite, enfim, se afinou com a gestão Camilo Santana. Zé Leite foi convidado para coordenar a campanha de Camilo à reeleição. O convite foi feito por Fernando Santana. Ao analisar a proposta, Zé Leite foi rápido em dizer que estaria à disposição, mas que seu compromisso eleitoral seria apenas com Camilo.

A condição deixou a base sob tensão, pois Zé Leite articula a candidatura do ex-prefeito de Missão Velha, Tardiny Pinheiro, à Assembleia. Zé Leite não aceitará as indicações feitas por Camilo aos cargos de deputados estadual e federal. A expectativa é que Zé Leite mantenha o voto em José Guimarães para federal. Só que Zé Leite esconde até de Camilo quem irá ter seu apoio.

(Coluna Rebate, Jornal do Cariri)

Articulação. Fernando Santana se entende com Arnon em Juazeiro

A presença do pré-candidato a deputado estadual Fernando Santana, ao lado do prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, durante a procissão de Nossa Senhora das Dores, causou especulações e ciúmes em outros pré-candidatos da base aliada do governador Camilo.

Fernando esteve, durante toda a procissão, ao lado de Arnon e do seu filho Pedro Augusto. Para a maioria das pessoas próximas do prefeito, foi um sinal de que Arnon deve declarar apoio ao secretário adjunto do Gabinete do Governador para a Assembleia.

Durante todo o evento, Fernando dividiu espaço com o vice-prefeito Giovanni Sampaio, também pré-candidato a deputados estadual. Giovanni garante que nada está definido e que sua candidatura irá contar com o apoio de Arnon.

(Coluna Rebate, Jornal do Cariri)

Eleições. Eunício propõe chapa da oposição e nega aliança com FGs

Pondo fim na polêmica, o presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (PMDB), disse ao portal Ceará News 7, que descarta aliança com Camilo Santana e os irmãos Cid e Ciro Gomes (FGs). Eunício defendeu uma chapa da oposição com Tasso Jereissati governador e Capitão Wagner para vice-governador. Eunício concorreria à reeleição ao Senado.

Eunício já havia dito que nunca existiu acordo para as eleições do próximo ano com Camilo. Sobre o presidenciável do PDT, Eunício foi categórico: “Não existe uma única chance de votar nesse senhor (Ciro Gomes) em 2018″. A relação dos dois é de rompimento, sem retorno; ultrapassando o âmbito político.

Várzea Alegre vira referência para o Crato

Em Várzea Alegre, o Núcleo de Vigilância à Saúde do Município está se tornando referência. No último dia 13, técnicos da Prefeitura do Crato estiveram no Município para conhecer o Plano Municipal de Combate às Arboviroses e as Ações desenvolvidas no controle da Dengue, Zika, Chikungunya e Calazar. Conheceram bons resultados.

A boa repercussão da visita acabou causando divisão de opiniões. A polêmica é sobre quem deve colher os frutos do bom trabalho desenvolvido, a atual gestão do prefeito José Helder (PMDB), ou a gestão do ex-prefeito Vanderlei Freire (PDT). Para acabar com a dúvida, os méritos foram dados aos profissionais, não as gestões.

terça-feira, 19 de setembro de 2017


Fiscalização. MP e TCE anunciam ações conjuntas

Demorou pouco a folga dos prefeitos e gestores de secretarias municipais. No dia 15 último, membros do Ministério Público do Estado (MPCE) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE) estiveram reunidos para reafirmar a manutenção e o incremento das fiscalizações nos municípios cearenses.

Durante o encontro houve promessa de parceria institucional para garantir a continuidade dos trabalhos. Depois da polêmica, envolvendo a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), os dois órgãos parecem dispostos a passar mais tranquilidade para a sociedade.

O procurador geral do MP, Plácido Rios, disse esperar da parceria a execução de estudos técnicos e o aprimoramento dos trabalhos contra gestores ímprobos que ousem desrespeitar a legislação. No Cariri, a reunião foi motivo de preocupação.