quarta-feira, 27 de julho de 2016

Mar de lama. Raimundão responde a 35 processos por corrupção

Duas investigações do Ministério Público do Estado (MPCE), através da Procap (Procuradoria de Justiça contra a Administração Pública), podem levar o prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Antônio de Macedo (PMDB), para a cadeia. O prefeito responde a 35 processos entre as justiças do estado e federal.

Rodeado por mais de 150 denúncias investigadas pelo MPCE e Ministério Público Federal (MPF), o prefeito concentra sua preocupação nas que tratam doações de terrenos, superfaturamento na compra de medicamentos um possível crime de extorsão.


A batalha na justiça já rendeu ao prefeito um afastamento de 45 dias da função e o bloqueio dos bens, até o valor de R$ 3 milhões. O mar de lama, referendada pela corrupção, deve levar o PMDB a reavaliar a permanência de Raimundo Macedo na disputa eleitoral deste ano.

(Com informações do Jornal do Cariri).

Crato. Instabilidade no PP inviabiliza pré-candidatura de Zé Ailton Brasil

O deputado estadual Zé Ailton Brasil, pré-candidato a prefeito do Crato pelo PP deve ficar fora da disputa deste ano. Refém da influência dos irmãos Cid e Ciro Gomes, sobre o PP, Zé Ailton pode perder a legenda, caso o deputado federal Adail Carneiro retorne ao comando estadual da sigla.

O desconforto é motivado por duas decisões recentes da justiça cearense. Na sexta-fera (22), Adail Carneiro, foi reconduzido à presidência da sigla no Ceará por decisão do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), através de liminar da Desembargadora Vera Correia. Na segunda-feira (25), outra decisão liminar, desta vez do juiz Washington Oliveira Dias, da 11ª Vara Civil de Fortaleza, anulou a decisão do TJCE e retornou o padre Zé Linhares ao comando do partido.

A assessoria do TJCE disse que não recebeu a decisão oficialmente, mas admite que a decisão do juiz de primeira instância pode cair. Sem tempo para fazer outra pesquisa, o governador Camilo Santana (PT) terá duas opções: manter os resultados da pesquisa anterior ou usar o critério político para fazer uma nova indicação. O deputado Zé Ailton nega que possa perder o partido e ficar sem legenda.

(Com informações do Jornal do Cariri)

2016. Disputa desigual em Salitre

Podemos dizer que a disputa eleitoral deste ano em Salitre já está definida. Recentemente, o prefeito Rondilson Ribeiro (PT), pré-candidato a reeleição, passou pela prévia da Convenção partidária, onde foi aclamado como nome para disputa. Ao seu lado, deve marchar o seu ex-chefe de Gabinete, Manoel Filho, o Maninho (PSD).

Na oposição é certa a indicação da médica Júlia Cristina (PTB), na companhia da vereadora, Luzinete Andrade (PCdoB). Apesar da vontade e do bom discurso, a dupla oposicionista deve ter dificuldades na campanha. Enfrentará uma estrutura com 13 partidos, apoiada por 10 dos 11 vereadores.

O prefeito Rondilson conseguiu unir forças como PMDB, PSDB, PR, PSD, PDT e PT no mesmo palanque. Para a chapa oposicionista restou a coragem e o respeito dos adversários.

Denúncia faz aniversário em Campos Sales

Uma denúncia do Ministério Público do Estado (MPCE) contra o vice-prefeito de Campos Sales, o médico Valdir Lima Junior, e a secretária de Saúde, Lucicleide Rita de Alencar, já completou um ano sem resposta. O vice-prefeito foi denunciado pelo acumulo de cargo ilegalmente nos municípios de Salitre, Araripe e Campos Sales, além de prestar serviço a Policlínica do Estado. A secretária é denunciada por assinar a contratação ilegal.

Segundo investigação do promotor Gleydson Lendro Carneiro Pereira, o esquema desviou mais de R$ 1,7 milhão dos cofres públicos. Se condenados os dois devem ressarcir o erário público e perder os direitos políticos. A denúncia está na Vara Única de Campos Sales esperando decisão judicial. A oposição ao prefeito Moésio Loiola promete acender velinhas e cantar parabéns.

Decisão judicial contra invasão de terreno é furtada

Uma decisão de reintegração de posse em Juazeiro do Norte, envolvendo a Diocese do Crato, invasores de terras e a empresa FP Empreendimentos e Construções, foi furtada junto com um veículo estacionado em frente à Prefeitura do Crato.

O caso está envolto em mistério e deve ser investigado pelo Ministério Público do Estado (MPCE). O furto aconteceu depois que a advogada Gabriela Ferreira, solicitou carga do processo. Ela retirou o processo do Fórum de Juazeiro, sem autorização e teve o carro, onde estava o processo, furtado.

A decisão devolve a posse de um terreno em Juazeiro do Norte a FP Construções, depois da invasão articulada por membros da Diocese. Gabriela deve ser denunciada a OAB.

(Com informações do Jornal do Cariri).

terça-feira, 26 de julho de 2016

Salviano é o principal traidor do PSDB no Crajubar

Manoel Salviano ganhou rios de dinheiro após ter sido prefeito de Juazeiro. Tornou-se um homem poderoso e arrogante. Em seu encontro na semana passada com o presidente regional do PSDB cearense, Luiz Pontes, disse que mesmo filiado ao tucanato não irá apoiar a candidatura de Rommel Feijó em Barbalha. Subirá no palanque do petista Fernando Santana, candidato do governador Camilo Santana.

No Crato, também não apoiará Samuel Araripe, pré-candidato do PSDB. Salviano ajudará a eleger o deputado estadual Zé Ailton Brasil, do PP. E em Juazeiro, vota em Raimundão, mas torce para que Camilo eleja seu candidato, afinal em 2018 definiu que endossará a reeleição do atual governador em detrimento de uma candidatura do senador Tasso Jereissati ou do senador Eunício Oliveira ao Abolição.

(Com informações da Coluna Rebate, Jornal do Cariri)

Herança. Zé Leite quebrou Barbalha

Cada vez mais difícil a situação administrativa de Barbalha. O caos está perto assumir a gestão e o Ministério Público já entendeu e quer o afastamento do prefeito Zé Leite. Os promotores investigam o abuso na contratação de temporários, enquanto o Município amarga uma greve de quase um ano e meio.

Sofrendo com a situação está a população que enfrenta escassez de medicamentos, não consegue consultas nem cirurgias eletivas. A Prefeitura não paga e os hospitais credenciados não prestam o serviço. Zé Leite está abandonando a administração antes de janeiro de 2017.

Correndo para tentar amenizar a crise, o pré-candidato do PT, o ex-adjunto do Gabinete de Camilo Santana, Fernando Santana, tenta conversar e mostrar o caminho, mas Zé Leite continua irredutível na tarefa de implodir a pré-campanha do seu partido. Zé Leite joga contra Fernando e entre os aliados do Governo, o atual prefeito é tratado como o traidor.

Neneca Tavares. Desespero administrativo em Barro

Depois de ser enquadrado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o prefeito de Barro, Neneca Tavares (PDT), deixou transparecer seu imenso desespero administrativo. Neneca baixou um Decreto, onde reduz salários e comissões dos servidores efetivos e contratados entre 25% e 50%.

A medida válida por 180 dias é avaliada pela oposição como paliativa, já que, não houve demissões dos cargos contratados e comissionados considerados desnecessários à administração, usados apenas para fazer política. A assessoria do prefeito nega as acusações e diz que há apenas o desejo de se adequar a LRF.

Por sua vez, Neneca continua sonhando com volta de Marquinélio Tavares a Prefeitura. Como não é candidato a reeleição, há um acordo para que Marquinélio absorva a herança sem reclamar.

Chico Henrique rompe com prefeito de Aurora

Em Aurora, o presidente da Câmara, vereador Chico Henrique (PMDB), parece longe de jogar a toalha na sucessão a Prefeitura do Município. Depois de perder a disputa pela indicação do prefeito Adailton Macedo (PMDB), Chico Henrique anunciou que a política de Aurora terá uma surpresa nas urnas este ano. Ele vai apoiar o empresário Marcone Tavares, pré-candidato a prefeito pelo PSD.

Uma coisa é certa, Chico Henrique não disputa uma vaga na Câmara. Ele anunciou apoio a sua esposa, Tânia Macedo, para substituí-lo no Legislativo. Sobre a sucessão ao Executivo, o vereador fala apenas que sua decisão vai mexer com as bases da política local e poderá decidir a disputa eleitoral. Chico Henrique não fala em indicação de vice, mas promete trabalhar muito nos bastidores.

Manifestação pró-prefeito em Araripe

Em Araripe, a notícia de que o prefeito Giovane Guedes estaria enfrentando um pedido de prisão, por desobediência a justiça, acarretou uma série de manifestações. Primeiro da oposição, chefiada pelo prefeito afastado Humberto Germano, com uma salva de fogos; depois da população que saiu às ruas para receber Giovane Guedes.

A notícia que, inicialmente, poderia causar estragos político ao prefeito Giovane Guedes, acabou mostrando a força política e popular que o gestor consegue agregar ao seu nome. No dia seguinte, o prefeito desmentiu a notícia dizendo que já havia respondido a justiça e não tinha perigo de ser detido por desobediência.