quinta-feira, 31 de março de 2016

Terceirização do São Lucas em Juazeiro vai deixar divida de R$ 14 milhões

A terceirização do Hospital e Maternidade São Lucas, em Juazeiro do Norte, vai deixar um saldo negativo de R$ 1,6 milhão nos cofres do Município a cada mês. A denúncia é do vereador Cláudio Luz (PT), que criticou a falta de transparência do processo e o grande prejuízo aos funcionários da unidade e a população que necessita dos serviços.

Segundo Cláudio, a própria Prefeitura informou um custo mensal de R$ 900 mil para manutenção do hospital, antes da terceirização. Com a terceirização, o custo deve subir para R$ 2,5 milhões por mês. Se for considerado os nove meses restantes da gestão do prefeito Raimundo Macedo (PMDB) o saldo negativo, aos cofres públicos, deve ultrapassar os R$ 14 milhões.

O vereador Cláudio Luz vai mais longe e coloca o contrato sob suspeita de desvio de dinheiro público. A denúncia de superfaturamento deve ser formalizada ao Ministério Público Federal (MPF) e já conta com o apoio dos vereadores Normando Sóracles (PSDB), Rita Monteiro (PDT) e Tarso Magno (sem partido).

Para o vereador Tarso Magno, há fortes indícios de irregularidade. Tarso chama atenção para o fato da terceirização acontecer no apagar das luzes da administração e próximo a uma campanha eleitoral. Sobre os servidores públicos concursados, lotados no Hospital São Lucas, Tarso Magno avalia como bom o quadro técnico do município e que deveria, segundo ele, ser melhor aproveitado. Para o vereador, os servidores estão jogados de lado.

Além das denúncias levantadas contra a administração Raimundo Macedo, o Instituto Médico de Gestão Integrada (Imegi), responsável pela nova gestão do hospital, sofre pressão dos servidores. Cerca de 100 profissionais, entre concursados e contratados, reclamam da transição administrativa. Segundo eles, não há transparência, nem respeito aos profissionais.

Ainda, segundo os servidores, a empresa Imegi está atuando desde o dia 18 de março sem qualquer comunicado oficial. Os servidores concursados continuam prestando serviço ao hospital, mesmo sem o comunicado, e os contratados não sabem, sequer, se receberão salários neste mês de março. O serviço pode entrar em colapso com a ameaça de paralisação dos servidores.

Segundo informação de um representante da empresa Imegi, prestada aos servidores, o Município deve ceder todos os funcionários para a empresa. Os servidores contratados se reuniram com representantes da empresa e da Prefeitura no dia 23 de março, mas saíram sem o compromisso de formalização de contrato de trabalho ou assinatura de carteiras de trabalho. Os servidores, também, prometem encaminhar denúncia ao Ministério Público do Estado (MPCE) e Ministério Público Federal (MPF).

Segundo o vereador Normando Soracles, o que está acontecendo com os funcionários é um verdadeiro terrorismo. Para o vereador faltou uma conversa preliminar que explicasse o processo de transição. “A terceirização de hospitais é sempre maléfica e essa do São Lucas, escrevam, será um desastre,” disse Normando.

Além dos problemas relacionados por funcionários e vereadores, a nova administração do hospital deve ser questionada pela contratação de servidores com super salários e sua relação com o grupo empresarial Silvio Rui (SR Empreendimentos). A Imegi tem sede no Estado da Bahia e sua relação com a SR deve ser investigada pelo MPF.

Procuramos os representantes da empresa Imegi e da Secretaria de Saúde do Município para falar sobre as denúncias, mas eles não quiseram se manifestar.

Agenor Neto articula oposição em Tarrafas

O deputado estadual Agenor Neto (PMDB) está articulando a chapa de oposição em Tarrafas. Agenor reuniu um grupo de lideranças no dia 27 para anunciar apoio ao pré-candidato a prefeito Cláudio Germano. O momento reuniu cerca de 400 pessoas, entre vereadores e lideranças comunitárias.

Antes do encontro, Agenor Neto e Cláudio Germano visitaram o comércio local e outras lideranças convidando para a reunião. O deputado avaliou a agenda como importante para reorganizar o grupo e marcar posição sobre a atuação do seu mandato no interior.

A dúvida é se as ex-prefeitas Teca Lopes e Lucinha estarão presentes a campanha. Existem muitas lideranças que defendem a ausência das duas, motivado pelo desgaste sofrido pelas duas. Agenor terá trabalho para equacionar a situação.

Oposição de Aurora disputa apoio do Governo

A oposição em Aurora aparenta forte disputa pelo apoio do Governo do Estado para as eleições deste ano. Na última semana, o pré-candidato Marcone Tavares, se reuniu com Fernando Santana, adjunto do Gabinete do Governador, discutindo conjuntura e apoio político contra o candidato do prefeito Adailton Macedo.

Nesta semana veio a resposta. No dia 28, o ex-prefeito, Carlos Macedo, e o ex-presidente da Câmara, Oliveira Batista, se reuniram com o ex-governador Cid Gomes para debater o apoio no município. Carlos Macedo e Oliveira querem o apoio do Governo do Estado para o seu pré-candidato a prefeito, o odontólogo Wilames Freire.

Além do apoio para enfrentar o candidato da situação, os dois cobraram de Cid a construção da Rodovia que liga Aurora a Missão Velha. A promessa foi feita por Cid, quando era governador.

terça-feira, 29 de março de 2016

Movimento contra o impeachment tem adesão da maioria das lideranças do Cariri

Os prefeitos e pré-candidatos para as eleições desde ano no Crajubar estão em pleno debate sobre o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff e as denúncias de corrupção contra o PT. A maior parte das lideranças políticas tem se posicionado contrários ao impeachment, mas defendem o aprofundamento nas investigações da operação Lava Jato.

Nos municípios do Cariri, quando o debate se amplia, o índice contrário ao impeachment sobe e os lideres já falam em fazer pressão nos parlamentares federais votados na região para que o processo seja arquivado na Câmara dos Deputados, em Brasília. O Jornal do Cariri foi em busca dessas opiniões e ouviu várias lideranças sobre o assunto.

O deputado federal Arnon Bezerra (PTB), disse não ter recebido qualquer pressão para se posicionar. Ele avalia que sua posição contrária ao impeachment já ameniza a pressão, já que, a maioria dos seus eleitores comunga do mesmo pensamento. “Ando nas ruas e as pessoas querem que a Lava Jato continue, mas não aceitam que somente os lideres petista paguem,” disse Arnon.

O deputado estadual Zé Ailton Brasil (PP), disse que a grande maioria dos prefeitos do Cariri é contra o impeachment. Para o deputado, não houve corrupção por parte da presidenta, o que, derruba a tese do afastamento. “Pedalada fiscal é praticada por vários gestores, inclusive, governadores do PSDB, maior defensor do afastamento,” Avaliou Zé Ailton, ressaltando que tudo acontece por que a presidenta está com a popularidade baixa.

Em Juazeiro do Norte, os pré-candidatos Demontieux Fernandes (Psol), Normando Sóracles (PSDB) e Gilmar Bender (PDT), oposição ao prefeito Raimundo Macedo (PMDB), admitem erros no governo federal, mas acreditam que o impeachment não é o melhor caminho para resolver a crise política e financeira.

Para Normando Sóracles, a cassação da presidenta Dilma motivaria uma convulsão social no País. “Neste momento sou contra o impeachment porque jogar o PT para oposição seria mergulhar o País numa crise política, ainda, maior. Além disso, esse é um processo político e sem base consistente,” disse Normando.

Demontieux Fernandes avalia que não há subsídios suficientes para cassar o mandato da presidenta Dilma. Segundo ele, a motivação mais consistente, apresentada pela “oposição direitista”, são as pedaladas fiscais. Para Demontieux, a única justificativa para uma ação dessas, seria um desvio de conduta pessoal, como corrupção e enriquecimento ilícito, o que, não é o caso.

O empresário Gilmar Bender avalia o processo do impeachment como golpe político. Bender tem se posicionado contrário ao processo por, segundo ele, representar um prejuízo político e financeiro ao País. Para Gilmar Bender, uma nova eleição significaria um custo muito alto a ser pago pela população, além de agravar a crise.

Em Barbalha, o prefeito José Leite Gonçalves Cruz (Zé Leite – PT), apesar de disparar críticas ao governo e sua ingovernabilidade, é contrário ao afastamento da presidenta Dilma. Já o líder da posição é pré-candidato a prefeito, Rommel Feijó (PSDB), seguindo orientação do partido tem se posicionado a favor do afastamento.

Para o ex-candidato a prefeito de Barbalha, Argemiro Sampaio, outra liderança do município e pessoa próxima a Rommel, o grupo defende novas eleições e a troca de comando no País. Argemiro acredita que o afastamento encerraria a crise política e amenizaria a crise econômica; além de dar um exemplo contra a corrupção.

No Crato, o prefeito Ronaldo Mattos (PSL) tem se posicionado pelo arquivamento do processo iniciado pelo presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB). Segundo Ronaldo, além de não existir nada que desabone a conduta pessoal da presidenta Dilma, o processo é apenas uma forma de perseguição política.

Para o pré-candidato do PDT cratense, o empresário Rafael Branco, o processo enfraquece a democracia, por ser uma mera perseguição política sem qualquer base jurídica. “Pedalada fiscal é uma prática de vários governos, inclusive da gestão do ex-presidente Fernando Henrique,” observou Rafael Branco.

Tentamos contato com outras lideranças como o prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo, através da sua assessoria, mas não tivemos sucesso. Outro contatado, mas sem sucesso foi o ex-prefeito e pré-candidato do Crato, Samuel Araripe.

Cid quer Guilherme Landim deputado

Ainda repercute a declaração do ex-governador Cid Gomes sobre o futuro político do prefeito de Brejo Santo, Guilherme Landim (PDT). Em sua última visita ao Cariri, Cid afirmou que Guilherme deve ocupar a vaga do pai, o ex-deputado Wellington Landim, na Assembleia Legislativa.

A declaração aumenta a especulação em torno do que todos já sabem, Guilherme será candidato a deputado estadual e, pelo visto, com apoio dos irmãos Ferreira Gomes. Apesar da boa reputação do pai, Guilherme terá que fazer sua parte. Há um longo caminho até a viabilização da candidatura.

O próprio Cid reconhece que o trabalho está apenas no começo, mas acredita no potencial do jovem político. E para seguir o legado do pai, Guilherme já está trabalhando duro. Ele tem apoiado grupo políticos em Jati, Porteiras, Missão Velha, Jardim, Mauriti e Milagres. As eleições municipais serão fundamentais para a concretização da pretensão.

As surpresas na campanha em Aurora

A disputa deste ano em Aurora guarda muitas surpresas. A campanha promete descentralizar dos grupos dos ex-prefeitos João de Zeca e Carlos Macedo. Neste ano a surpresa pode ser o empresário Marcone Tavares que se define como um pré-candidato independente.

Marcone tem feito boa articulação para viabilizar seu nome. Na última semana esteve em Fortaleza com Fernando Santana, adjunto do Gabinete do governador. Quer o apoio do governo contra o Wilames Freire, nome defendido por Carlos Macedo, e o ungido do prefeito Adailton Macedo.

Na briga pelo apoio de Adailton, estão Júnior de Zeca e o presidente da Câmara, vereador Chico Henrique. Neste caso, apesar de Chico Henrique garantir que não abre, a última palavra deve ser do prefeito. O detalhe é que a entrada de Marcone divide a oposição local.

segunda-feira, 28 de março de 2016

Presidente da OAB enfrenta protestos para entregar pedido de impeachment de Dilma

O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Claudio Lamachia, passou um vexame histórico em Brasília na tarde desta segunda-feira 28. Ele foi barrado na entrada da Câmara dos Deputados, quando tentava entregar ao presidente da Casa, deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), um novo pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

Na entrada da Câmara, um grupo de advogados, aos gritos de "não vai ter golpe" e "a OAB apoiou a ditadura", tentou impedir a entrada de Lamachia na sala de Eduardo Cunha. Outro grupo, em apoio ao presidente da OAB, gritava "fora, PT".

Lamachia recebeu mais cedo, nesta segunda, três pedidos de advogados para que a Ordem realizasse uma consulta ampla à categoria sobre a questão e adiasse a entrega do novo pedido de impeachment. Segundo Lamachia, os pedidos para suspender a decisão da entidade de apoiar o afastamento de Dilma não representam a categoria e negou que haja um racha na instituição.

Com o tumulto no Salão Verde da Câmara, que durou mais de uma hora, Lamachia desistiu de entregar o pedido diretamente a Cunha, que é réu no Supremo Tribunal Federal por corrupção, e decidiu apenas protocolar o pedido.

Em coletiva após a entrega do documento, Lamachia disse que a OAB "não se manifesta na linha da política partidária", e que não estava lá defendendo governo ou oposição, mas sim "em nome dos cidadãos".

(Com informações e montagem de fotos do site Brasil 247).

Municípios têm até dia 31 para apresentar Índice de Qualidade Ambiental

Os municípios cearenses têm até 31 de março para apresentar a documentação referente ao Índice de Qualidade do Meio Ambiente (IQM). A exigência é do Governo do Estado, através da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA). O órgão está orientando os prefeitos e secretários municipais de Meio Ambiente sobre a importância do IQM.

De acordo com o decreto (n.° 29.306, de 5 de junho de 2008) que instituiu o índice, para os municípios que atendem aos critérios do IQM, são destinados até 2% a mais do ICMS. O secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, destacou a importância dos IQM e ressaltou que os municípios que não apresentarem a documentação podem até perder dinheiro.

Enquanto isso em Assaré e Milagres...

... Em Assaré, o Detran realizou uma grande blitz para fiscalizar o transporte escolar do município. Apesar de operação pegar a administração de surpresa, a frota foi aprovada e elogiada por agentes do órgão. No município estão extintos as caminhonetes e os caminhões pau-de-arara. Um bom exemplo a ser seguido.

... Na política de Milagres, a surpresa é a saída do pré-candidato a prefeito Cícero Figueiredo da disputa municipal. Figueiredo alegou motivação pessoal, mas garantiu ficar na base de posição ao prefeito Hellosman. Figueiredo foi o candidato da oposição nas eleições de 2012 e se configurava como consenso para a eleição deste ano.

Ministério Público vai combater desmontes nas Prefeituras

Um grave problema que atinge as administrações públicas municipais são os desmontes patrocinados pelos gestores que deixam o cargo. Além de promover constantes ações para evitar o desmando, para este ano o Ministério Público do Estado (MPCE), com a ajuda do Núcleo de Tutela Coletiva (Nutec), promete intensificar os trabalhos de prevenção e punição às práticas não republicanas.

Além das ações especificas de fiscalização, o MP promete intensificar uma campanha para incentivar o aumento das denúncias feitas no ‘Canal Direto’ com a população. No canal, disponível no site do órgão (www.mp.ce.gov.br), o denunciante tem a possibilidade de se identificar ou permanecer no anonimato.

No caso das denúncias, todas as informações serão repassadas a Procap (Procuradoria de Justiça dos Crimes Contra a Administração Pública). Para o MP, será bem vinda a participação cidadã.

Recursos municipais bloqueados no Cariri

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) determinou mais um sequestro de recursos das prefeituras para pagamento de precatórios. Desta vez foram 32 administrações penalizadas com o desconto na fonte. A medida é necessária para o cumprimento de compromissos de gestões anteriores, mas acaba trazendo dificuldades para as administrações atuais.

No Cariri, prefeituras como Juazeiro do Norte, Crato, Mauriti, Missão Velha, Santana do Cariri e Antonina do Norte, têm sofrido com os descontos já efetivados em anos anteriores. Casos como Missão velha e Mauriti, consideradas como cidades pequenas, os prefeitos Tardiny Pinheiro e Evanildo Simão, ambos do PT, tiveram que arcar com mais de R$ 1 milhão em descontos no ano passado. Nenhum ex-gestor, responsável pela criação da divida, foi penalizado até agora.

Enquanto isso...

... Para piora ainda mais a situação dos municípios caririenses, as Prefeituras de Milagres, Barro, Abaiara, Jati e Potengi, devem ter seus recursos do RPM bloqueados. A ação é motivada pela ausência de informação ao Sistema de Orçamento Público em Saúde (Siops), do Ministério da Saúde.

... Os prefeitos dos quatro municípios caririenses com FPM bloqueado perderam os prazos para alimentação do Siops, referentes ao 6º bimestre do exercício de 2015. Além do FPM, os municípios ficam impedidos de receber verbas voluntárias, junto ao Governo Federal. As gestões devem paralisar várias ações.

quinta-feira, 24 de março de 2016

Prestação de contas de Cid não registra doação de R$ 200 mil da Odebrecht

O ex-governador Cid Gomes divulgou nota afirmando ter recebido uma doação legal da construtora Odebrecht para sua campanha à reeleição em 2010. Nesta quinta-feira (24), o portal Ceara News 7 publica os dados do Comitê Financeiro de Cid, e os documentos não registram o recebimento dos R$ 200 mil da empreiteira. A Odebrecht é citada na investigação da operação Lava Jato sobre o pagamento de recursos legais ou propina a 316 políticos brasileiros.

Segundo argumenta o portal Ceará News, em defesa de Cid, o presidente regional do PSB, deputado Danilo Forte, pode atestar o ingresso desses recursos doados pela Odebrecht no caixa do partido como, também, informar o destino dado a esse dinheiro em 2010.

Na matéria o portal registra que a Odebrecht, em suas planilhas, fala em ter doado R$200 mil a Cid, que receberia o codinome: FALSO. As anotações da Odebrecht esclarecem que se trata de um político do Ceará.

Para o Ceará News 7, o surgimento do nome de Cid Gomes nas investigações da Lava Jato obrigará Cid a dar novos esclarecimentos. Hoje, o juiz Sérgio Moro encaminhou ao Supremo Tribunal Federal (STF) a lista dos 316 políticos que devem ser investigados pelo recebimento de propina da Odebrecht. Como Cid não tem foro privilegiado, seu caso voltará para Curitiba.

Para finalizar a matéria, o Ceará News avalia que o destino de Cid está traçado: ser investigado pelo juiz Sérgio Moro. Se comprovar que recebeu dinheiro limpo, será inocentado. Caso contrário, poderá ser punido até com a cadeia.

Pastor Fabiano se filia ao PSB de Juazeiro

O pastor da Igreja Batista, Francisco Fabiano, assinou nessa quarta-feira (23), ficha de filiação ao PSB de Juazeiro do Norte. A filiação aconteceu em Fortaleza e teve como padrinho o ex-prefeito do Crato, Samuel Araripe. A ficha foi abonada pelo presidente da sigla, deputado federal Danilo Forte.

Fabiano deixa o PTC, mas garante que o partido, junto com o PRP, devem ficar na sua base política. Na avaliação do pastor evangélico, com o ingresso no PSB, sua pré-candidatura a prefeito de Juazeiro fica mais forte. Fabiano faz oposição aos governos federal e estadual.

A filiação de Fabiano ao PSB, apadrinhada pelo ex-prefeito do Crato, Samuel Araripe, revela a pouca inserção do ex-prefeito de Aurora, Carlos Macedo, que havia tentado a filiação, mas sem sucesso. Outra revelação é a grande proximidade de Samuel com o PSB do Ceará. Segundo informações, o empresário Justo Júnior já estaria se aliando a Samuel, como única forma de permanecer no partido.

Samuel é pré-candidato a prefeito do Crato e tem sofrido com inúmeras denúncias de corrupção em seu governo. Em vários casos, como o lixo, a gestão de Samuel chegou a gastas quase o dobro da maior cidade do Cariri, Juazeiro do Norte. Caciques do PSDB, seu partido, já avaliam a viabilidade de Samuel em uma possível disputa, diante de tantas denúncias.

João Marcos contesta ficha limpa de Edmilson

A política de Caririaçu parte na frente, quando o tema é polêmico. E ela, a polêmica, veio com a informação de que o ex-prefeito Edmilson Leite, aprovou suas contas de governo, exercício 2011, em sessão da Câmara Municipal, na última semana. Em matéria veiculada por este blog, foi noticiado que a ficha do ex-prefeito estaria limpa para concorrer nas eleições deste ano.

Nada disso! O atual prefeito de Caririaçu, João Marcos, e mais uma meia dúzia de aliados trataram de contestar a informação. Lembraram que o ex-prefeito tem outras duas contas (2009 e 2010) desaprovadas pela Câmara.

Apesar de o ex-prefeito garantir que contesta as desaprovações na justiça, sua situação continua de inelegibilidade. Para o grupo de Edmilson Leite, seu impedimento não deve ser motivo para dor de cabeça. O nome do vereador Rosivan Leite, irmão de Edmilson, já circula entre os apoiadores do grupo.

Samuel Freire bem articulado em Brasília

O prefeito de Assaré, Samuel Freire, parece ter aprendido o segredo de Brasília: quem pede mais, recebe mais. Samuel tem aproveitado muito bem suas idas à capital federal para angariar recursos. Na sua última estada no Congresso, articulou com o senador José Pimentel, seu colega de partido, maiores repasses para custear a saúde do município. O prefeito comprovou ao senador petista que a diminuição nos repasses estão inviabilizando a custeio e aumentando a demanda reprimida. Pimentel prometeu lutar por mais recursos.

Já para os que defendem mais espaços para lazer, o prefeito Samuel divulgou uma novidade. Vai tentar retomar as obras do Balneário da Barragem Canoas, paralisada há mais de 12 anos, por falta de licenciamento da Semace (Secretaria do Meio Ambiente do Ceará). A licença já foi dada, agora só falta o dinheiro para o termino da obra.

quarta-feira, 23 de março de 2016

Crise na política nacional atinge os municípios do Cariri

Os prefeitos da Região do Cariri estão preocupados com o avanço da crise política que se instalou no país e suas consequência nas administrações dos municípios. Durante manifestação de fortalecimento democracia e apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidenta Dilma Rousseff, os prefeitos petistas Samuel Freire (Assaré), Zé Leite (Barbalha) e Evanildo Simão (Mauriti), se mostraram apreensivos com o desenrolar dos últimos acontecimentos.

Apesar de estarem na base de apoio e pertencerem ao partido da presidenta, os prefeitos reclamam de escassez de recursos e falta de atenção do Governo Federal. Segundo os gestores, os problemas são motivados pela pressão exercida por meios de comunicação, integrados politicamente a extrema direita que, segundo avalia os prefeitos, querem tomar o poder de assalto, através de um golpe.

Sobre a situação da presidenta Dilma, o prefeito Zé Leite avalia que ela, simplesmente, não governa o país e prejudica a todos. Para o prefeito barbalhense, a crise política já inviabiliza sua administração. Sem recursos, Zé Leite alega que é obrigado a reduzir gastos e acaba acusado de cortar serviços essenciais. O prefeito disse, ainda, que a situação tem causado problemas políticos e administrativos para sua gestão.

Para o prefeito de Assaré, Samuel Freire, a preocupação maior é com a população. Samuel credita às pessoas mais carentes a maior parcela das consequências da crise. Segundo o prefeito, o corte de serviços básicos, por falta de recursos, causa revolta e medo na população que depende deles. Em Assaré, o prefeito disse que está tentando manter a qualidade mínima dos serviços, mas a duras penas.

O prefeito de Mauriti, Evanildo Simão, também, credita à crise política as recentes dificuldades que enfrenta seu município. Evanildo avalia que o excessivo foco na crise tem interferido na direção dos investimentos necessários aos municípios. Apesar da avaliação, Evanildo se diz otimista com a resposta dos movimentos sociais no apoio as instituições democráticas.

Os três prefeitos conversaram com nossa reportagem durante evento que reuniu, segundo a organização, cerca de 4 mil pessoas na praça do Giradouro em Juazeiro do Norte, na sexta-feira (18). Além dos três prefeitos contatados pela reportagem do Jornal do Cariri, estiveram presentes, ainda, a prefeita de Tarrafas, Girleuda Matias, vereadores da região, dirigentes petistas e outras lideranças políticas.

A repercussão da crise

No Cariri, a crise parece atingir a todos os gestores municipais, independente da bandeira partidária. Em entrevista ao Jornal do Cariri (JC), o prefeito de Brejo Santo, Guilherme Landim (PDT), disse que seu município tem sido afetado diretamente pela crise que se instalou no país.

Segundo Guilherme, a instabilidade tem acarretado para os municípios uma situação de descaso pelas esferas do alto Poder do país. “Quando vamos a Brasília cobrar recursos a conversa é sempre a mesma: não tem agora, está em contingência... e os municípios continuam sofrendo,” disse Guilherme.

Como consequência do descaso, Guilherme aponta queda nos serviços essenciais e paralisação de obras em andamento. “Tudo isso acarreta outros problema como as demissões nas empresas privadas, motivadas por uma crise que é muito mais política que econômica,” ressalta Guilherme Landim.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), também em entrevista ao JC, considera a crise política um absurdo. Para ele, o embate político em Brasília, faz com que os municípios sofram. “Os investimentos não estão acontecendo e a arrecadação está caindo em todos os campos (federal, estadual e municipal), sendo os municípios os mais penalizados” disse Zezinho.

Na última semana, o país assistiu a duas manifestações populares que, apesar do cunho pacifico, colocaram linhas ideológicas em rota de colisão. No domingo, dia 13 de março, mais de 6 milhões de pessoas foram as ruas pedir mais rigor nas punições aos envolvidos na “Operação Lava Jato” e o “Fora Dilma”. Segundo a organização, as manifestações aconteceram em mais de 200 cidades.

Em resposta, outra manifestação em “Defesa da Democracia”, ao ex-presidente Lula e a presidenta Dilma, reuniu mais de 4 milhões de pessoas em mais de 80 cidade do Brasil. Os números são da organização do movimento.

(Jornal do Cariri).

PT será terceira via em Nova Olinda

Após várias reuniões, o Diretório Municipal do PT de Nova Olinda, chegou a uma definição sobre a eleição municipal: deve apresentar uma candidatura própria. Os petistas não votarão em nenhuma das chapas apresentadas, até agora, para as eleições deste ano.

O partido, ainda, não definiu nomes, mas há a possibilidade de marchar com uma chapa pura. Os nomes petistas devem ser apresentados como a ‘terceira via’ na eleição. Sobre os candidatos ao legislativo, o partido já se movimenta para formação da chapa forte que garanta que ocupa na Câmara Municipal.

Apesar do esforço e da coragem dos petistas, a disputa deve ficar mesmo entre os ex-amigos, Ronaldo Sampaio (Prefeito) e Afonso Sampaio (ex-prefeito) e padrinho político de Ronaldo. Os petistas criticam as posições.

Evanderto quase fora do páreo em Assaré

O ex-prefeito de Assaré e atual pré-candidato, Evanderto Almeida, corre o risco de ficar fora da disputa deste ano. O ex-prefeito e a sua secretária de Saúde, Sheyla Martins, são acusados de exonerar ilegalmente servidores públicos da Prefeitura. As demissões teriam sido motivadas por perseguição política.

O ato qualificado pelo Ministério Público do Estado (MPCE) como improbidade administrativa, pode suspender os direitos políticos de Evanderto e Sheyla por até 5 anos. Os dois servidores pertenciam aos quadros da Vigilância Sanitária e foram demitidos após o resultado das eleições de 2012.

Sem qualquer temeridade a ação do MP, o ex-prefeito continua articulação para voltar a Prefeitura. Na semana passada, conseguiu a adesão da atual vice-prefeita, Maria É, que deve ser sua vice na disputa.

terça-feira, 22 de março de 2016

Tasso Jereissati garante legenda para Normando em Juazeiro

O senador e líder do PSDB no Ceará, Tasso Jereissati, garantiu a legenda do partido em Juazeiro do Norte ao vereador Normando Sóracles, pré-candidato a prefeito, durante reunião ocorrida na manhã desta segunda-feira (21) em Fortaleza. Normando que se filiou a legenda na ultima quinta-feira (17), ouviu do Senador Tasso a indicação de seu nome para concorrer à prefeitura de Juazeiro: “estou convencido de sua candidatura. Você é a esperança de Juazeiro do Norte. Os números me dizem isso”.

Tasso e Normando falaram do atual momento político brasileiro e seus reflexos na economia local, com especial atenção, em Juazeiro, cidade propulsora da economia regional. Tasso demonstrou entusiasmos com a filiação de Normando, e ficaram de voltar a conversar após o feriado, para acertarem a visita do Senador a Juazeiro. “vamos fazer uma grande festa no lançamento de sua pré-candidatura” disse Tasso.

O vereador Normando disse que a primeira conversa entre ele e Tasso aconteceu no Senado, em Brasília, no dia 9 deste mês. O vereador esteve, ainda, com o presidente do DEM, senador Agripino Maia, do Rio Grande do Norte. O ato simbólico da filiação de Normando ao PSDB deve acontecer com a presença do senador Tasso, em Juazeiro, com data a ser marcada.

Sobre a mudança, Normando disse estar agradecido pela confiança do senador, e creditou o convite ao reconhecimento de seu trabalho desempenhado em prol da população, enquanto parlamentar de Juazeiro do Norte.

Com relação às especulações de uma possível filiação ao PMDB, Normando disse respeitar a decisão do senador Eunício Oliveira, de apoiar à reeleição do prefeito Raimundo Macedo, mas que escolheu um partido da base de oposição ao Governo do Estado, liderado por Tasso.

Com a nova filiação, o PSDB passa a ter dois pré--candidatos. O outro é o ex-deputado federal, Manoel Salviano, que tem se colocado como pretendente a vaga do partido na disputa municipal. Segundo informações, a filiação de Normando teria o apoio do ex-pré--candidato a prefeito do partido, o médico Régis Santana (filho).

A cúpula do PSDB no Ceará aponta para o apoio do ex-senador Luiz Pontes e do deputado federal Raimundo Gomes de Matos à candidatura do vereador. Segundo fontes do partido, o próximo passo será uma grande articulação para buscar apoio de vereadores, suplentes e outras lideranças locais.

A direção do PSDB de Juazeiro do Norte ainda não se manifestou sobre a filiação de Normando Sóracles.

Edmilson de volta ao páreo em Caririaçu

O ex-prefeito de Caririaçu, Edmilson Leite, está de volta ao páreo para a disputa municipal deste ano. O ex-prefeito conseguiu aprovar suas contas de governo do exercício 2011, na sessão do dia 16 da Câmara Municipal. As contas desceram do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) com parecer pela aprovação.

Com a aprovação do TCM, Edmilson precisou de um terço dos parlamentares da Câmara. Garantiram a ficha limpa do ex-prefeito, os vereadores Rosivan Leite, Antônio de Gino, Thiago de Rossini, Lô da Miragem e André Araújo.

Além da aprovação das contas, Edmilson ganhou novo fôlego graças a boa articulação, junto ao ex-governador Cid Gomes, padrinho político do atual governador Camilo Santana. Edmilson aproveitou a revoada de lideranças e acabou se filiando ao PDT, hoje, maior partido do Cariri.

Vitor Valim é único candidato a prefeito de Fortaleza a favor do impeachment

A sucessão de Fortaleza tem um fator que agitará o debate eleitoral até junho: o impeachment da presidente Dilma. Entre os principais candidatos que aparecem liderando as pesquisas, apenas um, o deputado federal Vitor Valim (PMDB), está é a favor do afastamento da presidenta Dilma Rousseff.

Vitor Valim faz parte da ‘tropa de choque’ dos defensores do impeachment no plenário da Câmara. O deputado é membro da Comissão Especial que analisa a proposta que pede o afastamento da presidente da República, via Congresso.

Os outros cinco candidatos a prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), Luizianne Lins (PT), Heitor Ferrer (PSB), Capitão Vagner (PR) e Renato Rosseno (PSOL), apesar de suas divergências ideológicas e pessoais, estão unidos contra o impeachment.

Moroni Torgan (DEM) desistiu de concorrer à prefeitura, e os adversários de Dilma perdem um voto entre os candidatos a prefeito. Ele decidiu apoiar a reeleição de Roberto Cláudio. Pessoalmente, o atual prefeito se mantém calado por lealdade ao governador Camilo Santana e aos irmãos Ferreira Gomes, inimigos do impeachment.

Janela Partidária causa queda de partidos na Assembleia Legislativa

O fechamento da Janela Partidária (Proposta de Emenda Constitucional – PEC 91/2016) no último dia 18, sexta-feira, trouxe uma revelação importante, caiu o número de partidos com representação na Assembleia Legislativa do Ceará (AL). As legendas representadas na Casa caíram de 23 para 18, com 22 deputados mudando de partido (47,8%).

O Partido Democrático Trabalhista (PDT), com dez parlamentares, possui hoje a maior bancada, seguido pelo Partido Progressista (PP) e o Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), ambos com seis parlamentares.

Ao PDT, juntaram-se aos deputados Ferreira Aragão e Evandro Leitão, os parlamentares Antônio Granja, José Sarto, Ivo Gomes, Manoel Duca, Robério Monteiro, Sérgio Aguiar e Zezinho Albuquerque. Todos deixaram o Pros. A exceção é foi, na adesão ao PDT, foi o deputado Júlio César Filho, que deixou o Partido da Mulher Brasileira (PMB). O recém-criado PMB, que tinha cinco deputados, ficou com quatro representantes na Casa.

O Partido Social Democrático (PSD) e o Partido dos Trabalhadores (PT) têm três deputados. Já o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e o Partido da República (PR) ficam com dois representantes. O PHS (Tin Gomes), PRB (David Durand), SD (Aderlânia Noronha), DEM (João Jaime), PRP (Joaquim Noronha), PEN (Bruno Gonçalves), PSDC (Ely Aguiar), PSB (Heitor Férrer), PSDB (Carlos Matos) e Psol (Renato Roseno) têm apenas um representante na AL.

Atualmente, encontram-se licenciados, para atuar como secretários no governo Camilo Santana, os deputados Jeová Mota (PDT), Mirian Sobreira (PDT) e Osmar Baquit (PSD). Os suplentes Professor Teodoro (PSD), Fernando Hugo (PP) e Rachel Marques (PT) estão no exercício dos mandatos, substituindo os parlamentares licenciados.

O deputado Carlomano Marques (PMDB), licenciado para tratamento de saúde, foi substituído pelo suplente Leonardo Araújo (PMDB). E o deputado Carlos Felipe (PCdoB), que pediu licença para tratar de interesse particular, foi substituído pelo suplente George Valentim (PCdoB).

Os partidos Pros, PSL, PV, PPS e PTN deixam de ter representantes na Assembleia Legislativa do Ceará.

Enquanto isso em Assaré, Campos Sales e Farias Brito...

... Na Câmara de Assaré circula o Projeto de Lei que muda a eleição para a mesa diretora. Hoje, a eleição é secreta, mas com o novo projeto passará a ser com votação aberta. A grande maioria dos parlamentares não quer nem ouvir falar na proposta. A população promete se mobilizar para cobrar a aprovação do projeto.

... Parece que as candidaturas de militares para os legislativos do Cariri devem aumentar neste ano. Em Campos Sales, o militar Antônio Furtunato, apresentou seu nome a uma vaga de vereador do Município. Furtunato vai apresentar projetos voltados ao esporte, saúde e a segurança pública. Ele deve se filiar ao PSB.

... Em Farias Brito, o pré-candidato a prefeito, Liberalino Neto, comemora a escolha do seu nome como destaque político do ano de 2015. O prêmio foi entregue pela Ventura Publicidades e Eventos, que agraciou 33 personalidades das áreas da educação, empresarial e política. A escolha foi feita por meio de pesquisas de opinião.

segunda-feira, 21 de março de 2016

Crato: PDT surpreso com a desfiliação de Rafael Branco

A direção do PDT cratense ainda não se reuniu para avaliar a desfiliação do empresário Rafael Branco, um dos pré-candidatos a prefeito pelo partido. Na última semana, Rafael deixou o PDT pelo PSD. A saída repentina, segundo assessores do ex- deputado estadual Sineval Roque, causou surpresa aos integrantes do partido.

Ainda segundo assessores de Roque, na havia motivos aparentes, já as discussões estavam saudáveis. A troca de partido levantou especulações de que Rafael estaria se desentendendo com a direção do partido, que tem a maioria ligada ao ex-deputado. Apesar dos comentários, Rafael diz ter uma boa relação com Roque.

Sobre os motivos para a troca de partido, o empresário alegou estar apenas cumprindo uma estratégia maior e sua tarefa é manter o PSD na base de apoio ao governador Camilo Santana. Rafael garante que a troca não atrapalhará em nada o debate, junto ao grupo, sobre pré-candidatura a Prefeitura do Crato.

Hellosman anuncia seu pré-candidato em Milagres

O prefeito de Milagres, Hellosman Sampaio, aproveitou a Convenção Municipal do PMDB, no sábado (19), e apresentou o nome para disputar a sua sucessão. O pré-candidato apoiado pelo prefeito é o chefe de Gabinete, Neto Napoleão. Hellosman ainda não decidiu o nome que concorrerá como vice-prefeito na chapa; mas, segundo assessores, a pessoa será conhecida em breve. Durante o evento partidário, o prefeito apresentou vários nomes para a disputa ao legislativo.

Agora, os milagrenses esperam a definição do nome da oposição para a disputa. Segundo informações, o nome que enfrentará Neto Napoleão deve ser decidido depois de pesquisa de opinião. Disputam a vaga Lielson Landim, Jorge de Dona Iraci, Giancles Filgueira e Anderson Eugênio. A surpresa é a ausência do ex-candidato a prefeito Cícero Figueiredo.

(Com informações e foto do site Okariri.com)

Antônio Filho mostra influência no Abolição

O prefeito de Antonina do Norte, Antônio Filho (PDT), é sem dúvida uma dos gestores municipais mais influentes do Estado do Ceará, neste momento. Na semana passada, o prefeito caririense foi convidado especial do Ministro das Comunicações, André Figueiredo, para audiência com o governador Camilo Santana (PT), no Palácio da Abolição, em Fortaleza.

Na pauta, ações para melhorar a parceria do Estado com os municípios. Estiveram presentes ao encontro, o secretário de Desenvolvimento Social e Trabalho, Josbertini Clementino e o prefeito de Aratuba, Ivan Neto.

Antônio Filho aproveitou a oportunidade para encaminhar algumas solicitações para o seu município. Teve resposta positiva do governador Camilo Santana para os projetos relacionados ao combate a seca e infra-estrutura do município.

domingo, 20 de março de 2016

Normando x Salviano: quem será o candidato do PSDB em Juazeiro do Norte

A notícia de que o vereador Normando Sóracles teria se filiado ao PSDB, com o aval do senador Tasso Jereissati gerou grande turbulência no ninho tucano juazeirense. Normando estaria com o apoio da cúpula do partido no Estado para ser o candidato do partido à Prefeitura de Juazeiro do Norte.

A notícia causou a reação do ex-deputado Manoel Salviano, pré-candidato do partido até este momento, que tratou de vir a público reforçar sua pretensão de concorrer na eleição deste ano. Salviano estava ao lado do ex-deputado Vasques Landim, do PR, que também manteve sua pré-candidatura.

Na reunião, realizada no Hotel Verdes Vales, estavam ainda o vice-prefeito de Fortaleza, Gaudêncio Lucena (PMDB) e o presidente do PR, o ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa. Os lideres políticos reafirmaram a vontade de manter os partidos (PSDB, PMDB e PR) na linha de frente da oposição ao Governo Camilo Santana.

O detalhe é que, tanto o PR de Roberto Pessoa, quando o PMDB de Eunício Oliveira já anunciaram apoio a reeleição do prefeito Raimundo Macedo. Já com relação ao PSDB, há a informação de que o senador Tasso Jereissati virá a Juazeiro anunciar a pré-candidatura de Normando pelo partido.

2018: Marina na frente de Lula e Aécio

A ex-senadora e ex-candidata a presidenta, Marina Silva (Rede Sustentabilidade), aparece na frente do senador Aécio Neves e do ex-presidente Lula, em todos os cenários apurados por pesquisa de intenção de votos realizada pelo Datafolha para a eleição presidencial de 2018.

Na pesquisa, realizada nos dias 17 e 18 deste mês, Marina apresenta de 21% a 24% das preferências dos entrevistados, dependendo de quem seria o candidato do PSDB no pleito. Os entrevistados consideravam também Marina Silva e um de três políticos do PSDB, no caso o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e os senadores Aécio Neves (MG) e José Serra (SP).

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi o político que mais perdeu desde a pesquisa anterior, realizada pelo Datafolha, em fevereiro. Lula perdeu pontos acima do nível da margem de erro em todas as simulações.

Numa das simulações, Lula ficaria em terceiro lugar com 17%, Aécio seria o segundo colocado, com 19%, e Marina lideraria, com 21%.

sábado, 19 de março de 2016

Ato em defesa da Democracia e do PT reúne 4 mil em Juazeiro

Cerca de 4 mil pessoas, segundo a organização, compareceram a ato em defesa da Democracia, a presidenta Dilma Rousseff e ao ex-presidente Lula, na Praça do Giradouro em Juazeiro do Norte. A manifestação que aconteceu na sexta-feira (18), contou com a presença de prefeitos, vereadores e lideranças políticas.

Além de lideranças sindicais e políticas, usaram a palavra os prefeitos petistas Samuel Freire (Assaré), Zé Leite (Barbalha), Evanildo Simão (Mauriti) e Girleuda Matias (Tarrafas). Os gestores se mostraram apreensivos com o desenrolar dos últimos acontecimentos da crise política que assola o pais e criticaram setores da imprensa, avaliados, como aliados da estrema direta na articulação de um possível golpe em curso.

Nesta semana o país assistiu a duas manifestações populares que, apesar do cunho pacifico, colocaram linhas ideológicas em rota de colisão. No domingo, dia 13 de março, mais de 6 milhões de pessoas foram as ruas pedir mais rigor nas punições aos envolvidos na “Operação Lava Jato” e o “Fora Dilma”. Segundo a organização, as manifestações aconteceram em mais de 200 cidades.

Em resposta, outra manifestação em “Defesa da Democracia”, ao ex-presidente Lula e a presidenta Dilma, reuniu mais de 4 milhões de pessoas em mais de 80 cidade do Brasil. Os números são da organização do movimento.

Fortalecimento: PDT realiza Convenções e filiações no Cariri

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) deu uma grande demonstração de fortalecimento na região do Cariri, nesta semana. Na quinta-feira (17), o partido reconduziu o presidente do Diretório Municipal de Juazeiro do Norte, o médico Roberto Sampaio, ao comando da sigla.

O evento, realizado no Auditório do Colégio Salesiano, reuniu entre outras lideranças políticas, o ministro das Comunicações André Figueiredo, presidente estadual do PDT. Durante a Convenção Municipal, o empresário Gilmar Bender foi aclamado como vice-presidente da sigla e pré-candidato a prefeito de Juazeiro.

Na sexta-feira (18), o PDT realizou seu Encontro Regional, onde reuniu prefeitos, vereadores e lideranças políticas de vários municípios do Cariri para um ato de filiação em massa. Durante o evento, realizado no Centro de Convenções, as filhas das novas adesões ao partido foram abonadas pelo ex-governado Cid Gomes, o ministro André Figueiredo e pelo presidente da Assembleia, deputado estadual Zezinho Albuquerque.

Estiveram presentes ao evento, os secretários Fernando Santana (Gabinete do Governador), Miriam Sobreira (Políticas sobre as Drogas), Josbertini Clementino (Sedest) e Jeová Mota (Esporte). Os suplentes de deputado Sineval Roque e Anderson Palácio, também marcaram presença e confirmaram filiações ao PDT.

Também estiveram presentes os prefeitos Moésio Loiola (Campos Sales), Zé Leite (Barbalha), Guilherme Landim (Brejo Santo), Antônio Filho (Antonina do Norte), Luiz Celestina (Penaforte), Ronaldo Sampaio (Nova Olinda), Neneca Tavares (Barro), Manoel Novais (Porteiras), Delvamberto Soares (Altaneira).

As vice-prefeitas Betilde Correia (Barbalha) e Maria É (Assaré), além dos pré-candidatos do partido Edmilson Leite (Caririaçu), Gilmar Bender (Juazeiro), Francisco Leitão e André Barreto (Crato) e o radialista João Hilário (Barbalha), aderiram ao partido no Cariri.

Antes dos atos de filiações, Cid Gomes discursou em defesa da presidente Dilma Rousseff. O ex-governador criticou a direção nacional do PMDB, na pessoa do vice-presidente Michel Temer, a quem qualificou de chefe de quadrilha. Cid disse que o PMDB faz parte do governo com sete ministérios e a vice-presidência e mesmo assim defende o impeachment para barganhar mais cargos.

quinta-feira, 17 de março de 2016

Ciro agride verbalmente manifestantes em frente a casa de Cid

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram o ex-ministro Ciro Gomes expulsando e agredindo verbalmente um grupo de manifestantes que se posicionou na frente da residência do ex-governador Cid Gomes, seu irmão no bairro Meireles, na madrugada nessa quinta-feira (17).

No vídeo, Ciro classifica os manifestantes de fascistas e diz que o ex-presidente Lula é um "merda".  Ele justifica a atitude, afirmando que tentaram agredir seu irmão Cid.

Veja o vídeo abaixo:



Zé Leite enfrenta rebelião da base aliada na Câmara

O prefeito de Barbalha, José Leite Gonçalves Cruz (Zé Leite – PT), enfrenta a pior crise do seu governo desde que assumiu o primeiro mandato em 2009. Cercado de denúncias encaminhadas pela bancada de oposição, agora o prefeito petista observa sua própria base política na Câmara Municipal, denunciar a paralisação nos serviços públicos e cobrar uma resposta para a população.

Nove dos 10 vereadores que compõem a base aliada de Zé Leite, já se pronunciaram sobre a necessidade de retomada dos serviços, disparando críticas à falta de ação do prefeito frente aos problemas. Os vereadores reclamam que Zé Leite tem tomado medidas econômicas que tem levado o município ao caos administrativo. Segundo os parlamentares, a atitude do prefeito compromete a continuidade do projeto partidário em Barbalha.

Para o vereador Flávio Cruz (PMDB), o fato de ser da base aliada, não o obriga compactuar com o que está acontecendo. Segundo Flávio, a precariedade dos serviços é patente. “Fiz dois requerimentos pedindo a volta do veículo do setor de endemias e a equipe do Centro de Zoonoses. Hoje o que se fala é em combater doenças como a dengue, a zica e a chicungunha, mas em Barbalha não existe, sequer, um carro para transportar os agentes de endemias;” disse Flávio Cruz.

O vereador Odair José (PT) ressaltou a autoridade dos parlamentares para fazer a crítica e a cobrança. O vereador destacou que a bancada sempre esteve ao lado do prefeito na defesa do seu governo. Odair José destacou os PSFs e as escolas como exemplos de funcionamento precário. “Nós estamos sendo cobrados nas comunidades pelo bom funcionamento dos serviços e não podemos nos calar,” disse Odair José.

Com críticas voltadas ao abandono da zona rural, o vereador Everton Siqueira (Veve – PP), falou da precariedade das estradas. Veve observou que serviços simples, como roço, acaba se tornando um caminho longo até a resolução do problema. “Isso sem falar na qualidade das estradas e deficiência da assistência à saúde, que trazem transtornos para as pessoas mais simples e que necessitam de maior atenção,” destacou Veve. O vereador reclamou, ainda, da retirada de ambulâncias de algumas comunidades por falta de manutenção nos veículos.

Apesar de avaliar as denúncias como pauta positiva para o prefeito, o vereador Dorivan Amaro (PT), citou os banheiros do Terminal Rodoviário como exemplo do descaso. Segundo Dorivan, os aparelhos estão fechados há cinco meses. Outro problema citado pelo vereador são as viagens para Fortaleza para resolver questões de saúde. Segundo Dorivan, o deslocamento é feito em topiques em viagens semanais, causando transtorno aos pacientes que são obrigados a ficar até três dias na capital sem qualquer condição financeira.

Outras denúncias citadas pelos vereadores é o fechamento do Centro de Especialidades Odontológicas (CEU), a deficiência na limpeza com a redução dos garis, falta de abastecimento de água nas comunidades rurais e a falta da iluminação pública.

As denúncias e reivindicações foram relacionadas em um documento assinado por nove vereadores, incluindo Cícera Show (PRB), Hélio Amaral (PDT), Rosario Amorim (PTN), Antônio Sampaio (PMDB) e o presidente da Casa, vereador Daniel Cordeiro (PT). Apenas o líder da bancada, vereador Aurino Preu (PP), não assinou o documento que deve ser apresentado ao prefeito Zé Leite.

Os vereadores não falam em levar o documento ao conhecimento do Ministério Público do Estado (MPCE), mas a possibilidade não está descartada. A bancada de oposição já fala em aproveitar o levantamento e a confirmação de quase todos os parlamentares para denunciar o caso aos órgãos de fiscalização.

Os vereadores aliados tentam uma reunião com o prefeito para apresentar o documento, mas até agora não tiveram sucesso. Eles prometem continuar cobrando uma resposta de Zé Leite para as reivindicações. Nossa reportagem, também, tentou contato com o prefeito Zé Leite, mas ele não foi encontrado para responder aos questionamentos.

quarta-feira, 16 de março de 2016

Luizianne prevê prisão de Mercadante e Tasso Jereissati como alternativa em 2018

A deputada federal Luizianne Lins (PT), fez uma série de postagens em dos seus perfis no Twitter (@Luluzinha_bela), onde faz avaliações e previsões sobre o desenrolar da política brasileira, a partir dos últimos acontecimentos. As postagens são baseadas na repercussão da delação do senador Delcídio Amaral.

Sobre a possível vinda de Lula para o Governo Dilma, Luizianne diz que, depois da delação de Delcídio, a nomeação de Lula a qualquer Ministério é loucura e não dará certo. Apesar de avaliar a desistência da nomeação como uma questão lógica, Luizianne diz não duvidar de nada.

Ainda sobre as repercussões da delação do senador Delcídio, a ex-prefeita avalia que a presença do Aécio na lista de Furnas e Alckmin sem empolgar, o senador Tasso Jereissati deve aparecer como mais uma alternativa tucana. Apesar de não deixar claro, a deputada se refere à eleição presidencial de 2018.

A deputada e ex-prefeita de Fortaleza, diz que o governo deveria monitorar mais as redes sociais para usar como termômetro para as decisões a serem tomadas. Militantes ligados a ex-prefeita negam a informação justificando que o perfil é apenas uma caricatura.





TCM promove evento “Mais Capacidades” no Cariri

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), através do Instituto Escola Superior de Contas e Gestão Valdemar Alcântara (IESWA), está promovendo na Universidade Regional do Cariri (URCA), campus do Pimenta, em Crato, mas uma edição do “Programa Mais Capacidades: orientar, agir e preservar”.

O evento foi aberto na manhã dessa terça-feira (15), no Salão de Atos da URCA, pelo prefeito do Crato, Ronaldo Mattos (PSC) e contou com a presença de vários outros prefeitos da região. Participam do evento gestores e servidores públicos dos poderes Legislativo e Executivo de 26 municípios do Cariri.

O Prefeito Ronaldo Mattos destacou o novo perfil do TCM que hoje presta mais orientações e repassa conhecimento. Ele ressaltou a importância da participação do público e as orientações que serão dadas durante a programação.

A diretora da PROCAP e vice procuradora geral do Ministério Público Estadual (MPE), Vanja Fontenele Pontes, avalia que o evento ensina, mas acima de tudo, existe para trocar experiências.

O presidente da IESWA, conselheiro Domingos Filho, representou o Presidente do TCM, Francisco Aguiar. Domingos ressaltou a importância do TCM ao desenvolver um papel orientador com o objetivo de prevenir.

Durante o evento estão sendo realizadas palestras relacionadas à Gestão Pública na Transição Governamental, Orçamento, Finanças e Patrimônio. O evento lança no Cariri a campanha Preservando o Patrimônio Público. O evento será encerrado nesta quarta-feira (16).