terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Juazeiro. Ex-presidente Danty manda recado para Câmara

O ex-presidente da Câmara de Juazeiro do Norte, Danty Benedito, não teme investigações contra sua gestão à frente do Legislativo. Perguntado por ex-colegas de parlamento sobre as últimas tensões na Casa, Danty foi enfático: me convoquem que eu digo como surgiu o rombo?

Sem mandato, nem perspectiva política, o ex-presidente promete detonar uma verdadeira “bomba atômica” de revelações, bem no meio do plenário. Danty garante que tem vereador que vai tremer e a população vai se surpreender com as declarações.

Para aqueles que acham que ele está blefando, o ex-vereador desafiou o atual presidente da Casa, Gledson Bezerra, a enviar o resultado da auditória ao Ministério Público. Diz estar ansioso para ser convocado pelos promotores para explicar todos os gastos efetuados em sua gestão e também como recebeu o Poder. Danty foi o responsável pelas denúncias que culminou no "Escândalo das Vassouras".

(Com informações da Coluna Rebate, Jornal do Cariri)

Facebook. Camilo trabalha para aumentar popularidade

Disposto enfrentar o grupo político dos irmãos Cid e Ciro Gomes para disputar a reeleição, o governador Camilo Santana começou a desenvolver sua estratégia para se popularizar na camada mais jovem da população. O pontapé da estratégia aconteceu recentemente com a realização de life no Facebook.

Durante a transmissão, Camilo ouviu críticas e sugestões, respondeu perguntas e interagiu com internautas. O resultado foi comemorado por toda a equipe de comunicação, com exceção do assessor de imprensa, Chagas Vieira. O assessor teria avaliado a ação como desnecessária, de pouco alcance e poucos resultados práticos. Camilo gostou da experiência e já promete uma próxima transmissão para breve.

Milagres. Crise na Previmil coloca em xeque promessa do prefeito Lielson

O prefeito de Milagres, Lielson Landim (PDT), conseguiu aprovar o parcelamento da dívida do Município com o Regime de Previdência Própria dos Servidores municipais, a Previmil. Durante a sessão da Câmara, houve quem estranhasse a negociação, já que, Lielson prometeu, durante a campanha eleitoral, extinguir o regime.

Apesar de parcelar o debito, algo superior a R$ 1,3 milhão, o prefeito Lielson Landim, confirmou a vontade de extinguir a previdência. Mas, o diretor da Previmil, José Itamar, disse que jamais o órgão será extinto, pelo menos, até a quitação do débito. A dívida foi parcelada em 5 anos e o desafio está lançado. E agora prefeito?

Uso político. Prefeitos com o desafio de arrecadar o IPTU

O início deste ano é o momento dos novos prefeitos mostrarem o seu grau de comprometimento com a sociedade e com a administração pública. Um dos desafios acontece nestes meses de março e abril. Este é o momento da cobrança de impostos como o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) que, na maioria, dos municípios do Cariri é usado para fazer política isentando amigos e apoiadores.

Casos recentes como os de Potengi e Antonina do Norte, onde as arrecadações não chegaram a R$ 1 mil não podem mais acontecer. Além do uso político, a arrecadação do IPTU é prejudicada pela falta de planejamento, ocasionada pela desorganização administrativa das gestões. Neste momento de crise, a arrecadação do imposto é importante para a gestão. Resta saber quem terá esta consciência.

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Barro. TSE libera votos de Marquinélio

Acabou a polêmica sobre a eleição no município de Barro. O Pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, nesse dia 21, acatar a decisão da Câmara de Vereadores que anulou a sessão que cassou o então prefeito, Marquinélio Tavares (DEM).

A cassação de Marquinélio estava impedindo a homologação da sua candidatura a prefeito nas eleições do ano passado. O relator do processo, ministro Henrique Neves, já havia revelado voto contrário a Marquinélio, mas depois do pedido de vistas do ministro Napoleão Nunes Maia, acabou mudando de ideia.

O Tribunal Regional Eleitoral se preparava para realizar novas eleições no município que estava sendo governado pela presidente da Câmara, vereadora Maria Pereira de Lira, a Vanda. Marquinélio foi o mais votado nas eleições, mas esperava a contagem de seus votos. Na cidade, até os aliados de Marquinélio avaliaram a decisão como estranha.

Fronteiras. Sobrou para Caririaçu e Missão Velha

A grande repercussão sobre a nova divisão territorial de municípios do Cariri, parece ter pego prefeitos e população de Caririaçu e Missão Velha, literalmente, de surpresa. Com a nova configuração Missão Velha passa a ser dona do Aeroporto Regional do Cariri. Coincidência ou não, o governador Camilo Santana já iniciou os trabalhos de asfaltamento da rodovia que deve diminuir a distância entre o aeroporto e a sede do município.

Mas, o caso mais emblemático ficou com Caririaçu. Com as novas fronteiras, o município passa a ser o dono da colina do Horto, onde está a estátua do Padre Cícero. Seria um motivo de orgulho, se não mexesse tanto com os juazeirenses. Apesar de ainda não terem se manifestado oficialmente, os dois prefeitos já disseram não concordar com o novo desenho. Para Edmilson Leite e Diego do Juiz, é uma questão de identidade.

TRE. Gestores infratores terão parcelamento de multas

Estamos realmente nos acostumando ao que é errado na política cearense. O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE) acaba de instituir um sistema para que políticos e gestores municipais possam parcelar suas multas por infrações em campanhas eleitorais.

O projeto é da Corregedoria Regional Eleitoral em parceria com a Secretaria de Tecnologia da Informação do TRE. A explicação do TRE não passa de um “objetivo de calcular os valores devidos nos casos de parcelamento de multa deferidos pelo juiz eleitoral”.

Na prática, o sistema vai facilitar a vida dos infratores, como a prefeita de Santana do Cariri, Danieli Machado, condenada a pagar multa de R$ 5 mil recentemente. O sistema será utilizado pelos Cartórios Eleitorais como ferramenta para o cálculo dos valores mensais. Agora, é infringir e aproveitar a promoção.

Municípios. Prestação de contas atrasadas

A desorganização administrativa de algumas gestões, ainda, causa estragos à fiscalização. Segundo o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), três dos 32 municípios da região do Cariri, não enviaram as contas de governo de 2016, último ano de gestão.

A ausência dos documentos de Baixio, Barro e Salitre, deve impossibilitar às Câmaras de Vereadores enviarem essas contas ao TCM. O prazo limite para o envio foi 31 de janeiro deste ano. As câmaras deveriam ficar com as contas durante 60 dias.

Nesse caso de ausências, caberá as Câmaras tomarem as medidas cabíveis, apurando as responsabilidades pelo atraso. O envio é uma obrigação prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e os presidentes das Câmaras têm até o dia 10 de abril para enviar as contas ao TCM.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Santana do Cariri. Prefeita Danieli em maus lençóis com a justiça

Parece que o repertório de processos enfrentados pela prefeita de Santana do Cariri, Danieli Machado, não tem fim. Somente neste mês, foram três ações contra a gestora. No dia 14 o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, condenou Danieli por propaganda eleitoral antecipada. A prefeita foi condenada a pagar R$ 5 mil de multa.

Apesar da condenação, a oposição não está satisfeita e vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE); querem a cassação do mandato. No dia seguinte, 15, a prefeita teve pedido do Ministério Público Federal, acatado pelo Pleno do Tribunal Regional Federal, em Recife. A ação criminal pede punição por contratação ilegal. Danieli contratou e pagou seu pai, Arclebio Machado, para trabalhar em dois locais ao mesmo tempo.

Por fim, Danieli compareceu ao Fórum local para se defender de ação por danos morais. Ela denegriu a imagem do ex-prefeito Jesus Garcia, em vídeo que viralizou na internet. As apostas já começaram!

Sem isenção. Sérgio Moro carrega a chaga de ser um juiz tucano

A imagem de herói nacional construída recentemente pelo juiz Sérgio Moro, idealizador e coordenador da operação “Lava Jato”, começa a ruir diante das suas últimas atuações. Iniciada há cerca de 3 anos, a Lava Jato chegou nesse dia quinta-feira (23) à sua 38ª fase, denominada “operação Blackout”.

O que chama a atenção dos mais críticos da política brasileira é que em 3 anos o juiz Sérgio Moro não prendeu nenhum tucano, isto é, político ou tesoureiro ligado ao PSDB. Na avaliação de articuladores de esquerda a investigação é "seletiva", "fascista", "parcial", "partidarizada", etc.

Com a aproximação do período eleitoral de 2018, outra especulação toma conta de Brasília. Segundo denúncia de dirigentes petistas, o grande objetivo de Moro é tornar inelegível o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A comprovação para a análise foi divulgação de fotos que comprovam a amizade entre Moro e o senador Aécio Neves.

Estratégia. Problemas de saúde motivam saída de ministros de Temer

Os ministros das relações exteriores, José Serra, e da Casa Civil, Eliseu Padilha, pediram afastamento dos cargos para tratamento de saúde. Padilha deve voltar depois de uma cirurgia na próstata. A coincidência é os dois foram citados recentemente em delações dos executivos da Odebrecht.

Para a oposição na Câmara e no Senado, o motivo das saídas não passa de estratégia para que os dois amenizem seus nomes nos desgastes político. Com a saída de Serra e Padilha, o governo Temer acumula a queda de sete ministros em pouco mais de nove meses de gestão.

Os ministérios continuam sem indicação e, segundo o presidente Temer, os novos nomes serão conhecidos depois do Carnaval. Segundo informações, Temer terá dificuldade de compor os cargos. Ele alega que não pessoas de confiança para as posições.

Apesar da estratégia, os nomes de Serra e Padilha sofreram desgastes. Com a sucessão de citações na Lava Jato, Serra acaba dando adeus a uma provável indicação do PSDB para a disputa presidencial de 2018. Outro que deve deixar a disputa é o presidente da sigla, senador Aécio Neves.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Revisão. Deputado Júlio Cesar garante mudanças na lei que estabeleceu novas fronteiras do Cariri

O presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional da Assembleia Legislativa, deputado Júlio César Filho (PDT), garantiu que a Lei que redimensionou as fronteiras da região metropolitana do Cariri, aprovada em dezembro de 2016, será remodelada.

A informação foi passada durante entrevista ao Jornal da 100, da Rádio 100 FM. Segundo o deputado, na legislação passada foram feitos estudos e debates, mas como o resultado, ainda, gera polêmica a Comissão deve refazer as discussões.

Na tarde dessa quarta-feira, dia 22, foi realizada a primeira reunião para rediscutir o assunto. No encontro, realizado no Palácio da Abolição, estiveram presentes representantes de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha, além do deputado estadual Manoel Santana e o secretário adjunto do Gabinete do Governador, Fernando Santana.

Segundo o deputado, essa foi a primeira das muitas reuniões a serem feitas sobre o assunto. Júlio Cesar disse que a Comissão deve convocar prefeitos, técnicos do IPECE e IBGE, além de representantes de Cartórios e historiadores locais. As discussões devem ser feitas através de audiências públicas.

Durante a entrevista, o deputado Júlio César destacou, ainda, que as informações divulgadas pelas redes sociais não condizem com a realidade do projeto aprovado pela Assembleia em dezembro de 2016.

R$ 1 milhão. Dinheiro para reforma da Câmara de Juazeiro sumiu

Anunciado com grande repercussão pelo ex-presidente da Câmara de Juazeiro, o ex-vereador Danty Benedito, a emenda do senador Eunício Oliveira no valor de R$ 1 milhão para a reforma do palácio Dr. Floro Bartolomeu, simplesmente sumiu. Destinado pelo Ministério do Turismo, o recuso teria sido depositado nas contas da Prefeitura, na gestão do ex-prefeito Raimundo Macedo.

Chegou a ser veiculada a informação de que o dinheiro teria retornado por questões de inadimplência do município, mas informação foi desmentida pela assessoria do Senador Eunício Oliveira. A vereadora Auricélia Bezerra, autora da denúncia, solicitou uma explicação do município sobre o destino dado ao recurso.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Governo. Guimarães derrubou a indicação de Zé Ailton na Semace

Quem não está gostando nada da “operação indica” que vem beneficiando os ex-prefeitos petista é o prefeito Crato, Zé Ailton Brasil (PP). Por força de Guimarães, o prefeito cratense perdeu o cargo da Semace. Zé Ailton tinha indicado ao cargo José Hermínio Brasil, agora, substituído por Samuel Freire.

Chateado com a mudança Zé Ailton procurou Camilo para reclamar da mexida. O resultado da conversa ainda não foi revelada, mas Samuel continua no cargo. Apesar de chateado, Zé Ailton, não pode reclamar, recebeu do Governo algumas obras como a complementação da UPA e a assinaturas para as obras do camelódromo.

Fantasmas. Denúncia expõe esquema na Câmara de Juazeiro

Uma denúncia do ex-vereador Cláudio Luz (PT), acabou expondo um esquema de assessores fantasmas bancados por parlamentares da Câmara de Juazeiro do Norte. Segundo o ex-vereador na legislatura passada existiam vereadores com dezenas de assessores sem que eles, sequer, pisassem na Câmara ou fossem responsabilizados por qualquer função.

Cláudio sugeriu, em entrevista à Radio 100 e ao Jornal do Cariri, que os ex-colegas de parlamento ficaram com os recursos, através da chamada “rachadinha”. O tema veio à tona depois das constantes cobranças do vereador Tarso Magno (PRP), para que seja detalhado o debito deixados por ex-gestões da Câmara que ultrapassa os R$ 6 milhões.

O pagamento com assessores em gestões passadas chegou a R$ 400 mil por mês. Cláudio disse que a comissão de fiscalização da Casa não funcionou, o que, favoreceu esquemas de desvios.

Cariri. Guimarães e as viúvas do PT

Uma verdadeira operação está em curso para nomear ex-prefeitos petistas do Cariri em cargos do Governo do Estado. O principal defensor do fortalecimento político dos ex-gestores é o deputado federal José Guimarães. Ele pretende garantir os nomes dos correligionários em evidencia para fortalecer prováveis apoios nas eleições do próximo ano.

Na última semana, o ex-prefeito de Assaré, Samuel Freire, assumiu o escritório da Semace no Crato. Em breve, o ex-prefeito de Mauriti, Evanildo Simão, deve assumir o Agropolos, também, no Crato; e Zé Leite, ex-prefeito de Barbalha, deve ser anunciado como adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Agrário.

Outro que deve ser reconduzido a vida pública é o ex-prefeito de Missão Velha, Tardiny Pinheiro. Esse último, não por acaso, está sem cargo; é o único que não procurou Guimarães atrás de colocações. Mesmo assim, o líder petista promete uma colocação a Tardiny.

Se o esforço não render apoios, pelo menos, ficou as amizades. Todos os ex-prefeitos perderam suas disputas de reeleição ou de indicação. Como diria Guimarães: durma-se com um barulho desse!

Disputa. TCM quer mostrar trabalho

Depois de toda a polêmica da extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), houve uma intensificação na sua agenda de atividades. A ideia é mostrar a necessidade de se manter o órgão para uma melhor fiscalização das gestões municipais. Só neste ano de 2017, já são 30 municípios fiscalizados.

Na segunda-feira (20), por exemplo, o TCM encaminhou ao Ministério Público mais um conjunto de relatórios sobre prefeituras que decretaram situação de emergência. Além disso, o TCM inicia um seminário de orientação aos gestores municipais. O “Seminário de Orientação para Gestão Municipal” deve reunir gestores de todo e Estado.

As ausências devem ser dos prefeitos ligados aos irmãos Cid e Ciro Gomes, que defendem a extinção do órgão. Positivo em tudo isso é que o órgão passou a atuar com mais atenção.

Várzea Alegre. Carnaval e decreto de emergência

Promessa de campanha, o prefeito Zé Elder (PMDB) vai promover o Carnaval de Várzea Alegre. O município é um dos que decretaram emergência no Cariri. Mesmo sob os protestos dos opositores na Câmara de Vereadores e a orientação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e Ministério Público, Zé Elder encontrou uma maneira de fazer a festa. Acabou fazendo uma licitação para contratação de empresa para realizar a festa.

Serão cobrados por espaço vip e camarotes; o restante será grátis. Apesar da receita ser convincente, o Carnaval da cidade deve passar por investigação do MP e do TCM. O foco da investigação continua sendo o uso de recursos públicos na festa. O foco é a infraestrutura do evento. A empresa vencedora da licitação foi a Pop Eventos que ofertou R$ 12 mil a Prefeitura. Vamos esperar a investigação!

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Juazeiro. Arnon se articula para manter a base na Câmara

Sob a ameaça de ter parte da sua base esfacelada já no início da gestão, o prefeito de Juazeiro, Arnon Bezerra, tratou de apagar o fogo. Arnon andou conversando com os vereadores descontentes, inclusive, Rita Monteiro e Jaqueline. Para Arnon, elas são importantes para consolidar sua bancada na Câmara.

Apesar de não garantir apoio irrestrito aos projetos do prefeito, as vereadoras prometeram analisar com responsabilidade cada demanda enviada pelo Executivo. Rita Monteiro, tida como oposição, diz que vai manter uma posição independência sem atrapalhar o prefeito.

Rita teve várias demandas atendidas pelo prefeito. Todos casos urgentes de saúde, exposto, inclusive, na sessão da Câmara. Arnon se diz otimista quanto a posição das vereadoras no futuro.

(Coluna Rebate, Jornal do Cariri)

Força política. A distância entre Brejo Santo e Abaiara

Brejo Santo está entre os municípios mais prestigiados pelo Governo do Estado. Na última semana o governador Camilo Santana esteve na cidade entregando novos galpões para instalação de indústrias. Nada acontece por acaso; o ex-prefeito Guilherme Landim continua usando seu prestígio para articular os benefícios.

Na outra ponta está o município de Abaiara. Governada por administradores sem prestigio político a pequena cidade há muito não recebe a visita ou as obras do Governo do Estado. No momento, a nova gestão do prefeito Afonso Tavares (PT) não sabe como pagar os salários atrasados dos servidores.

Tentativa. Prefeita Danieli em busca do Governo

A prefeita de Santana do Cariri, Danieli Machado, não desiste de se aproximar do governador Camilo Santana. Recentemente, a prefeita veio acompanhar a caravana do Governo na visita ao Crato para assinatura de obras e anúncio de conclusão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Danieli veio na companhia do fiel escudeiro, o vereador João Cabral, e do secretário de Agricultura, Wellington leite. Apesar da reeleição, Danieli enfrenta uma forte oposição e está constantemente sob a ameaça de apresentação de processo impeachment. A prefeita sabe que precisa da força do Governo para abafar as ameaças.

O problema é que grande parte da cúpula do Governo avalia a gestora como inconfiável e dificulta a aproximação. Danieli apoiou Eunício Oliveira em 2014, mas depois da derrota se declarou Camilo.

Câmara. PF acionada em Várzea Alegre

O clima na Câmara de Várzea Alegre que já estava tenso, promete piorar. Depois de fazer graves denúncias contra uma servidora que não estaria cumprindo suas funções e ganhando para ficar no Rio de Janeiro, a vice-presidente da Casa, vereadora Luciana Rolim, agora quer a presença da Polícia Federal (PF) na cidade para investigar uma conversa nas redes sociais.

A conversa feita entre dois perfis acusados de denegrir a imagem da vereadora. A PF foi acionada através de requerimento durante a sessão de 1º de fevereiro, mas até o momento não deu resposta sobre a solicitação da vereadora. Luciana é aliada do ex-prefeito Vanderlei Freire e declarou oposição ao atual gestor Zé Elder. As divulgações das conversas já seriam uma represália a posição da vereadora. Agora é esperar a resposta da PF.

Administração. Tudo igual em Caririaçu

Apesar da grande disputa política e da troca de acusações entre as duas lideranças de Caririaçu, em alguns aspectos tudo parece igual. O ex-prefeito João Marcos (PMDB) e o atual, Edmilson Leite (PDT), tiveram, nos primeiros meses de administração, uma ação semelhante; os dois reajustaram a valor da água em mais de 60%.

Na gestão de Edmilson, o projeto foi aprovado pela Câmara recentemente e motivou o protesto de pessoas da comunidade e da assessoria do ex-prefeito. Não adiantou as críticas; para os assessores do ex-prefeito a frase foi “fizemos iguais”; e para a comunidade “estamos em crise”.

Na Câmara os vereadores de oposição tentaram barrar o aumento, mas foram vencidos. A nova gestão diz esperar a conclusão das obras adutora para conseguir baratear o serviço que é feito por uma estatal municipal.

Enquanto isso...

... Na Caririaçu de Edmilson Leite, os aumentos não pararam na nova tarifa da água. Os vereadores aproveitaram o embalo para criar a tarifa de iluminação pública. Nada de anormal, já que, o serviço é cobrado na maioria das cidades do Cariri. O problema é convencer a população que não contava com esse custo a mais.

... Outro desgaste para Edmilson Leite foram as imagens da merenda escolar distribuída na rede pública. A foto, que circula nas redes sociais, mostra apenas algumas bolachas com suco servidos aos alunos. A repercussão foi imediata é o desgaste enorme. A assessoria diz que a gestão, ainda, não fez licitação.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Crise. Vereador Tarso insiste no detalhamento do rombo de R$ 6 milhões da Câmara

O vereador Tarso Magno (PRP) solicitou, junto a Mesa Diretora da Câmara de Juazeiro do Norte, um detalhamento sobre as dívidas deixadas pelas últimas gestões da Casa. Segundo Tarso, o valor ultrapassa os R$ 6 milhões. A cobrança aconteceu na sessão dessa quinta-feira (16).

Sobre a última gestão do presidente Danty Benedito, o vereador Tarso afirmou que nos últimos três meses de 2016 seus assessores não receberam pagamento. Tarso denunciou, ainda, que chegou a receber cheques sem fundo da Câmara.

Durante a sessão, o vereador pediu que a Mesa Diretora esclareça de que gestão é esse rombo. O atual presidente da Casa, vereador Gledson Bezerra, disse que vai finalizar o detalhamento das dívidas. Sobre as solicitações, Gledson disse estar satisfeito com a cobrança de Tarso. Gledson disse ainda que esse é o papel do vereador.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Articulação. Prefeitos do Cariri buscam recursos em Brasília

Três prefeitos do Cariri estão em Brasília em busca de recursos. Os gestores Crato, Zé Ailton Brasil (PP), de Caririaçu, Edmilson Leite (PDT), e Araripe, Giovane Guedes (PR), estiveram reunidos, nessa quarta-feira (15), com os deputados André Figueiredo (PDT) e Domingos Neto (PSD).

Além da reunião na Câmara dos Deputados, os três gestores cumprem, nesta quinta-feira (16), agenda no Senado Federal. Os três foram recebidos pelo senador José Pimentel (PT). Entre as pautas os prefeitos discutem projetos para valorização da educação junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Cariri. Governador Camilo entrega obras e acompanha entrega de premiação ao HCR

O governador Camilo Santana (PT) participou na manhã desta quinta-feira (16), em Juazeiro do Norte, da entrega de certificação da Organização Nacional de Acreditação (ONA) ao Hospital Regional do Cariri (HRC). O governador está acompanhado pelo prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra, e outros gestores da região.

Durante a visita, Camilo Santana, anunciou a entrega de outras obras como a Policlínica e a assinatura da ordem  de serviço para o Camelódromo de Crato. Às 13 horas o governador visita outras obras do Estado na Região do Cariri e às 16 horas participa de entrega de galpão industrial construído pelo Governo na cidade de Brejo Santo.

Câmara. Prefeito Arnon no fio da navalha

Apesar da boa articulação da administração de Juazeiro do Norte com a Câmara de Vereadores, o prefeito Arnon Bezerra não deve descuidar. A aparente calmaria pode ser sinal de preocupação. Um grupo de vereadores está à espera de alguma falha do gestor para disparar críticas e mostrar como funciona a Casa.

Todos os descontentes conversam com a gestão e se dizem aliados, mas estão totalmente fora das composições do governo. Eles reclamam que o prefeito, ao mesmo tempo que propõe uma trégua para organizar a máquina pública, favorece um grupo menor.

Entre os mais visados está o irmão do ex-prefeito Raimundo Macedo, vereador Preto Macedo. Ele já teria emplacado quatro enfermeiros em direções de PSFs e outros cargos em secretarias como infraestrutura e Ação Social.

A proposta de trégua foi aceita, mas tem prazo de validade. É bom o prefeito repensar sua articulação. A ciumeira é grande e pode trazer problemas num futuro próximo.

(Com informações da Coluna Rebate, Jornal do Cariri).

Caririaçu. João Marcos deixa debito de R$ 800 mil com energia

O ex-prefeito de Caririaçu, João Marcos (PMDB), deixou um débito de R$ 800 mil com energia. A dívida foi anunciada e debatida, durante a abertura dos trabalhos da Câmara de Vereadores nessa quarta-feira (15).

O tema tomou evidencia porque o ex-prefeito, quando assumiu a gestão em 2013, reclamava ter recebido a Prefeitura com o fornecimento de energia interrompido por falta de pagamento. Na época o problema foi divulgado exaustivamente. Para os apoiadores do atual prefeito Edmilson Leite, o ex-gestor cometeu o mesmo erro, de forma piorada.

Além da conta de energia, os vereadores debateram a inclusão de uma Verba de Desempenho Parlamentar (VDP) para os mandatos. Sobre o projeto, o presidente da Casa, vereador Zé Irlando, disse que a proposta será vetada por carência de recursos.

Cariri. Ex-prefeitos acusados de calote na saúde

A máxima: “nada é tão ruim que não possa piorar”, está se tornando realidade para alguns ex-prefeitos do Cariri. O Sindicato dos Médicos do Ceará, estampou os nomes de quatro municípios da região que estariam em débito com os profissionais da saúde. A denúncia está em placas de outdoor espalhadas pelos municípios, sob o título de “Devedometro”.

O desgaste atinge os ex-gestores de Juazeiro do Norte, Granjeiro, Caririaçu e Antonina do Norte. Em resposta a comunicação, a assessoria de Juazeiro garantiu que a situação está, em parte, resolvida. Já as outras administrações, ainda, não se manifestaram sobre a situação. O sindicato promete estampar os devedores a cada final de mês das atuais gestões. A ação deve causar muitos desgastes aos gestores que atrasarem os pagamentos. Imagine se a moda pega!

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Barbalha. Justiça Eleitoral cassa vereador Rosário

O Juiz 31ª Zona Eleitoral de Barbalha, Dr. Leonardo Afonso, cassou o mandato do vereador Rosario Amorim (PTN). A ação movida pelo Ministério Público Eleitoral, pediu a cassação do parlamentar por abuso de poder econômico durante a campanha.

Rosario foi eleito na base do petista Fernando Santana e, neste momento, está negociando sua ida para a base do prefeito Argemiro Sampaio (PSDB), deixando a oposição.

Segundo a defesa do vereador disse que a decisão tem efeito suspensivo, ou seja, o vereador não perde o mandato até julgamento pelo pleno do TSE.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Governo. Fernando Santana deve assumir a SDA

Homem de confiança do governador Camilo Santana, o adjunto do Gabinete, Fernando Santana, deve ser anunciado como secretário do Desenvolvimento Agrário (SDA). Fernando assume no lugar de Dedé Teixeira que volta para a Assembleia Legislativa. Apesar das especulações, a saída de Dedé foi combinada com o deputado federal José Guimarães.

Fernando entra na cota do PT de Guimarães e deve fazer dobradinha com o deputado em 2018. Fernando será candidato a deputado estadual. Apesar do fortalecimento de Fernando ser esperado, a decisão está frustrando outras pretensões à Assembleia Legislativa a partir do Cariri.

Em Barbalha a notícia cai como um banho de água fria na base do governo Argemiro Sampaio que pretendia ampliar seus quadros na Câmara de Vereadores. Com o comando da secretaria, Fernando terá como manter a base unida na oposição.


(Coluna Rebate, Jornal do Cariri).

Ceará. Encontro reúne governo e municípios em Fortaleza

Os prefeitos dos 184 municípios cearenses tiveram mais uma oportunidade de aproximação com o Governo do Estado no início desta semana. A convite da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, eles participaram de um encontro para debater políticas públicas.

O Encontro Estadual de Gestores Municipais sobre Políticas Públicas, que aconteceu nos dias 13 e 14, segunda e terça-feira, em Fortaleza, teve como anfitrião o secretário Josbertini Clementino. O secretário garante que o encontro fortaleceu a interlocução entre o Governo e municípios.

Além do importante debate sobre novos conhecimentos, os gestores debateram, nos bastidores, sobre a sucessão de 2018. O evento foi uma excelente oportunidade para trocarem informações sobre os possíveis candidatos e como poderão colaborar nos municípios.

Cariri. TCM libera relatórios sobre situação de emergência

Os prefeitos do Cariri continuam na expectativa com relação aos sus decretos de emergência. O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), liberou nessa segunda-feira, dia 13, mais um relatório sobre os decretos de emergência de Crato, Juazeiro do Norte e Jardim. A situação mais complicada é a de Jardim, onde os servidores estão em greve por atrasos de salários. Os servidores, ainda, esperam o salário de dezembro e o 13º salário.

A ex-prefeita Analeda Luz garante que deixou os recursos em caixa, mas o atual prefeito diz que não encontros nada nos cofres. O relatório do TCM deve revelar quem está com a razão. No Crato, o Ministério Público do Estado, que trabalha em conjunto com o TCM, enviou recomendação para a gestão reconsidere o decreto. As gestões do Cariri já iniciam seus trabalhos debaixo de desgaste e polêmicas.

2018. Guilherme Landim busca espaço com Camilo

O ex-prefeito de Brejo Santo, Guilherme Landim, deve sentar com o governador Camilo Santana, nos próximos dias, para definir sua situação política junto ao Governo. Segundo informações, Guilherme não solicitará cargos ou uma colocação nos órgãos pertencentes a máquina do Estado.

O ex-prefeito estaria mais interessado em negociar sua viabilização política a disputa a uma cadeira a Assembleia em 2018. Guilherme quer a garantia de que os candidatos da base governista não interfiram de forma direta em seus colégios eleitorais. Com uma boa articulação, Guilherme deve contar com o apoio de, pelo menos, seis prefeitos do Cariri.

O pedido vem no momento em que o governador deve anunciar Fernando Santana para a Secretaria de Desenvolvimento Agrário, viabilizando sua participação no próximo pleito.

Milagres. Lielson apresenta dívida milionária deixada por Hellosman

O ex-prefeito de Milagres, Hellosman Sampaio (PMDB), está literalmente “nas cordas”. Além de enfrentar dificuldades com a justiça, após pedido de investigação feito pelo Ministério Público do Estado, agora, está sendo submetido a uma grande exposição política pelo seu adversário, o atual prefeito Lielson Landim (PDT).

Depois de expor em praça pública os veículos quebrados, herança da ex-gestão, agora Lielson começa a divulgar o déficit financeiros que Hellosman deixou. Segundo um balanço divulgado pelo atual gestor, Hellosman deixou um rombo de quase R$ 1 milhão.

O ex-prefeito teria deixado R$ 1,7 milhão em caixa, mas um acumulo de dividas que somadas ultrapassam os R$ 2,6 milhões. Entre os maiores gargalos, está uma dívida de R$ 890 mil com a folha de pagamento. O relatório tem como caminho o Ministério Público.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Investigação. Chegou a vez de Renan, Sarney e Jucá

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, autorizou nessa quinta-feira (09), a abertura de inquérito para investigar os senadores Renan Calheiros, Romero Jucá e José Sarney, além do ex-presidente da Transpetro e ex-senador, Sérgio Machado. Eles são acusados de tentativa de obstrução da Operação Lava Jato.

A decisão de Fachin, atende ao pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Procurador afirma que os peemedebistas formam uma “quadrilha”. A afirmação é feita com base na delação premiada de Sérgio Machado e nas gravações ligações telefônicas dos três senadores e o ex-presidente.

Nos diálogos Sarney, Renan e Jucá fizeram comentários que demonstravam suas intenções de brecar as apurações da Lava Jato. Sarney e Renan buscavam alternativas para influenciar o então relator da operação no STF, Teori Zavascki, enquanto Jucá foi ainda mais direto: falou em “estancar essa sangria”.

“É chocante ouvir o senador Romero Jucá admitir, a certa altura, que é crucial ‘cortar as asas’ da Justiça e do Ministério Público, aduzindo que a solução para isso seria a Assembleia Constituinte que ele e seu grupo político estão planejando para 2018”, ressalta Rodrigo Janot.

Tensão. Embate na Câmara de Barbalha promete acionar MP

O presidente da Câmara de Barbalha, vereador Vevé Siqueira, definitivamente, não terá vida fácil. O novo presidente vai conviver com uma oposição qualificada e determinada a fiscalizar suas ações detalhadamente. O vereador Rildo Teles, líder do grupo derrotado nas eleições para a mesa diretora, garante que não vai descansar na vigilância a nova gestão do legislativo.

Como primeira ação, Rildo promete detonar o possível esquema montado na licitação da Casa e enviar a denúncia ao Ministério Público. O embate pode respingar na Prefeitura. Vevé tem repetido que se tiver dificuldades vai transferi-las para o prefeito Argemiro Sampaio. Mas, há quem garanta que as ações de Rildo já é uma estratégia para proteger o prefeito. Ou seja, a cada projeto do Executivo engavetado na Câmara, uma denúncia contra Vevé.

A disputa promete e o prefeito diz que não vai se meter. Rildo está com a denúncia pronta para apresentar no Ministério Público contra o esquema na licitação da Casa.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Aurora. Adailton pede exoneração da gestão Júnior Macedo

O ex-prefeito de Aurora, Adailton Macedo, principal aliado do atual prefeito Júnior Macedo, pediu exoneração do cargo de secretário de Administração. O pedido está sendo encarada como um rompimento político.

A expectativa é que a esposa de Adailton, Rosilange Macedo, secretária de Educação, também, deixará a administração. Outro que deve sair é o filho de Adailton, Pedro Henrique, secretário de Esporte; além de outros.

A motivação para o rompimento, estaria ligada a divergências administrativas. O prefeito Júnior Macedo não estaria aceitando as orientações do ex-prefeito. O problema para Júnior Macedo é que a maioria dos vereadores estariam ligados a Adailton Macedo.

Mudança. Líderes de oposições no Crajubar procuram nova linha de atuação

Os vereadores que se destacaram na gestão passada como críticos às administrações municipais parecem estar a procura de uma nova linha de atuação. A ideia é fazer parte das bases dos prefeitos, sem deixar de criticar e fiscalizar, neste caso, as gestões das Câmaras Municipais.

Em Barbalha, o vereador Rildo Teles, já avisou que deve fazer oposição a gestão do presidente da Câmara, vereador Vevé Siqueira. Segundo informações, a posição é motivada pelo fato da situação ter minoria na Casa e a atitude seria uma maneira de pressionar o presidente a encaminhar os projetos de interesse do Executivo.

Em Juazeiro do Norte, o vereador Tarso Magno surpreendeu ao cobrar, já na primeira sessão, uma prestação de contas mais aprofundada do presidente Gledson  Bezerra. Entre as observações, Tarso cobrou a ausência dos termos percentuais dos cálculos referentes as despesas, além de uma divulgação das dívidas da Casa Legislativa. O presidente Gledson precisará fazer um levantamento das quatro últimas gestões.

Em Crato, apesar de não anunciar oposição ao presidente Florisval Coriolando, o vereador Bebeto Anastácio, disse não existir bloco de oposição ao Governo Municipal e que vai analisar o andamento da gestão para se posicionar. O diálogo aberto do prefeito Zé Ailton Brasil, com o vereador teria sido fundamental para o posicionamento.

Nos três casos, os parlamentares estiveram liderando oposições na gestão passada e agora fazem parte das bases dos prefeitos. Com exceção de Barbalha, onde o prefeito Argemiro Sampaio tem minoria, em Crato e Juazeiro, os prefeitos Zé Ailton Brasil e Arnon Bezerra, iniciam com maioria folgada.

As três Câmaras iniciaram os trabalhos entre a segunda e terça-feira, dias 6 e 7, respectivamente. 

Ministério Público recomenda revogação do Decreto de Emergência do Crato

O Ministério Público do Estado (MPCE) em Crato, enviou recomendação, no dia 7, ao prefeito Zé Ailton Brasil (PP) pedindo a revogação do Decreto de Emergência no município. O Decreto foi expedido no dia 2 de janeiro e declarou situação de emergência administrativa no Crato pelo período de 120 dias.

O Decreto não teria especificado as situações fáticas que se enquadravam na definição da emergência e trouxe previsão genérica e aberta. A previsão autorizou indistintamente todos os gestores da administração a dispensarem a licitação para aquisição de bens e serviços necessários às suas atividades.

O MP aguarda, em até cinco dias, a resposta do prefeito quanto ao acatamento ou não da Recomendação Administrativa. No caso da administração não adotar, o MP tomará as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis.

Crajubar. Relatórios de auditorias podem ir ao Ministério Público

Depois de um mês de gestão, os prefeitos do Crajubar parecem ter entendido a realidade financeira dos municípios. Sem dinheiro, os atuais gestores paralisaram as contratações e repensam mais extinções e fusões de secretarias.

Auditorias em finanças, recadastramentos funcionais e readequação de contratos devem ser algumas das ações para reduzir em mais 20% o custo das máquinas públicas de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha. O retrato da indefinição é percebido com o início das atividades legislativas nesta semana.

Nenhum dos três gestores enviou a reforma administrativa com o novo organograma para apreciação dos vereadores. Arnon Bezerra, em Juazeiro do Norte, Zé Ailton, em Crato, e Argemiro Sampaio, em Barbalha, não descartam levar o resultado dos levantamentos financeiros ao Ministério Público.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Aliança. Camilo fechado com Arnon

O governador Camilo Santana e o prefeito Arnon Bezerra estiveram sempre junto durante toda a caminhada da Procissão das Candeias. Os dois foram cumprimentados pelas quase 80 mil pessoas que participavam do evento religioso. Antes e depois da procissão, os dois conversaram sobre obras e ações governamentais para Juazeiro.

Arnon quer se fortalecer para garantir o apoio popular para seus candidatos, entre eles o próprio Camilo Santana. Arnon articula o lançamento das candidaturas do filho, Pedro Bezerra, a federal, e do vice-prefeito, Giovanni Sampaio, a estadual. Os dois seriam a garantia de que Juazeiro terá voz ativa nos legislativos estadual e federal.

Camilo disse que garante os meios para fortalecer Arnon, mas que não podia fechar apoio as candidaturas de forma individual. São muitos os nomes do Governo no Cariri.

Várzea Alegre. Ex-prefeito é sempre culpado

Para as novas gestões do Cariri, os ex-prefeitos são sempre os culpados pelos problemas que, ainda, afligem os municípios. Em Várzea Alegre não é diferente. O ex-prefeito Vanderlei Freire tem sido apontado como principal responsável pelo desarranjo administrativo e os problemas de infraestrutura da cidade.

Um grupo de vereadores estão levantando e formalizando denúncias contra o ex-prefeito. A mais recente dessas denúncias aponta que Vanderlei manteve na folha de pagamento algumas pessoas, sem que fosse prestado o serviço e, pior, sem que pessoa redisse no município.

A volta da Câmara de Várzea Alegre promete aumentar o debate e o atual prefeito e ex-aliado de Vanderlei, Zé Helder já disse: vai divulgar e denunciar tudo que estiver de errado da gestão passada.

Denúncia. Câmara de Farias Brito sem concurso

A Câmara de Farias Brito pode ficar mais tempo sem a realização de concurso público para o preenchimento de funções de serviços contínuos da Casa. A denúncia é da bancada de oposição. Na denúncia a oposição diz que o presidente Deir da Catingueira, fez uma viajem a Fortaleza para articular a paralisação do processo para o concurso.

Segundo a denúncia, o presidente usou a estrutura da Câmara, como veículo oficial, além do pagamento das despesas pelo Legislativo. A tentativa de barrar o concurso é para manter os cargos de indicação, prometidos durante a campanha política.

O presidente respondeu as acusações dizendo que a ajuda de custos faz parte dos benefícios da presidência da Casa. Sobre a viajem, a resposta foi que houve urgência para resolver problemas da Câmara. A oposição não ficou satisfeita e a crise continua.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Decisão. Zé de Amélia está solto

O ex-vereador e ex-presidente da Câmara de Juazeiro do Norte, José Duarte Pereira Júnior, o Zé de Amélia, está em liberdade. Ele foi solto nessa segunda-feira (06), por decisão do juiz Péricles Vitor Galvão, da 2ª Vara Criminal de Juazeiro do Norte, que aceitou o pedido de habeas corpus da defesa do ex-vereador.

Na decisão o juiz reconheceu que o acusado não oferece risco para o andamento do processo de investigação. Zé de Amélia estava preso desde o dia 28 de novembro de 2015 acusado de desviar recursos públicos.
 
O processo do ex-parlamentar está em andamento, mas não há previsão de término. Zé de Amélia ficou preso por 463 dias na Penitenciária Industrial do Cariri (Pirc) e até o fim do processo, será monitorado por uma tornozeleira eletrônica.

Decidido. Darlan será o líder de Arnon na Câmara

Depois de sofrer um nó tático do vereador Capitão Vieira na eleição para a mesa diretora da Câmara, o vereador Darlan Lobo parece ter aprendido a lição. Percebeu a articulação do vereador Adauto Araújo para assumir a liderança do prefeito Arnon Bezerra.

Darlan destilou suas críticas nos lugares certos e para as pessoas certas. Para Darlan o prefeito iria colocar para liderar sua base um adversário e, assim, ele (Darlan) estaria fora. Nos ouvidos de Arnon, o recado surtiu efeito. Como não havia compromisso com Adauto, o prefeito convidou Darlan para liderar o grupo.

O convite desfaz a possível crise e mantém Adauto na base. Adauto tem conquistado pelo esforço em agregar os amigos que se articulavam com o ex-candidato Gilmar Bender.

(Coluna Rebate, Jornal do Cariri)

Câmara de Milagres. Dois pesos, duas medidas

A primeira sessão da Câmara de Milagres, realizada no dia 3, trouxe um fato interessante. Os vereadores voltaram a discutir sobre o regime de Previdência Própria do município, a Previmil. Na pauta, a extinção do órgão instituído na gestão do ex-prefeito Hellosman Sampaio.

O detalhe é que a bancada de apoio de Hellosman, que aprovou a Lei na legislatura passada, agora, defende a extinção do órgão. O anúncio foi feito pelo vereador Antônio Gilderlandeo, o Landim, que aponta a vontade dos servidores municipais como motivação para a mudança de posição.

Na época, o atual prefeito Lielson Landim, já se manifestava contrário a criação da Previmil e agora terá base política para encaminhar a extinção. Para a população fica a impressão de que tudo pode mudar, dependendo de quem estiver na cadeira do prefeito.